Cerro Grande do Sul – O cemitério da localidade de Brasino, um dos mais tradicionais do município, voltou a ser alvo de ladrões e vândalos nesta semana, que roubaram portas e depredaram diversos jazigos no local.

Em setembro deste ano o cemitério já havia sofrido com estas ações criminosas quando invasores haviam roubado diversas aberturas de alumínio, para provavelmente vender no mercado clandestino.

Na tentativa de acabar com o problema, ao reformar os túmulos, alguns familiares colocaram portas de vidros no lugar das que foram roubadas, contudo a estratégia não funcionou, já que os delinquentes optaram por também levar estas novas ou quebrar muitas delas deixando apenas os estilhaços espalhados pelo chão.

Fotos: Divulgação Colaborador

“Quebraram tudo da outra vez então tivemos a ideia de colocar portas de vidro para que estas pessoas vissem que não tem nada de valor comercial dentro do jazigo, mas não adiantou, pois eles quebraram novamente”, comentou chateado Juliano Moreira, que tem familiares em jazigos que foram violados no cemitério.

A professora Simone Crestani, que mora na localidade esteve no local nesta sexta-feira, 04 de dezembro, quando constatou que o jazigo de seus pais também foi depredado. Triste ela desabafou nas redes sociais e alertou outras pessoas do ocorrido e do que ainda pode acontecer.

“Aposto que eles vão voltar”, comentou Simone, que informou ainda que vai registrar o fato na polícia.