O deputado federal gaúcho, Onyx Lorenzoni (DEM) foi remanejado para o terceiro ministério no Governo Bolsonaro. Depois de passar pela chefia da Casa Civil e pela Cidadania ele assume agora a Secretaria-Geral da Presidência da República, onde ficará ligado a administração da rotina diária do Palácio do Planalto, além de ser o analista das questões jurídicas e legais de atos assinados pelo presidente.

João Roma | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira, 12 de fevereiro, confirmando o pré-anúncio do início da semana. Na vaga deixada por Onyx entra o deputado federal João Roma (Republicanos-BA).

O político baiano, de 48 anos, está no seu primeiro mandato como deputado federal e tem experiência política ao lado do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, de quem foi chefe de gabinete.

João Roma é natural de Pernambuco e iniciou seus primeiros passos na política pelo antigo PFL, passou pelo DEM depois seguiu para o Republicanos. Sua família tem tradição na política e segue a cartilha da direita, desde os tempos da ditadura militar.