Na tarde de segunda-feira, dia 15 de junho, a operação policial denominada “Baluarte” cumpriu dois mandados de prisão temporária determinados pelo Poder Judiciário.

De acordo com informações obtidas pelo Portal ClicR, os dois indivíduos que foram presos já tinham em seu histórico uma extensa ficha criminal. Desta vez os presos responderão pelo crime de extorsão qualificada.

Além das duas prisões, a polícia também apreendeu dinheiro, celulares e um veículo que estava em poder dos alvos da operação. A casa onde a dupla estava contava com um forte aparato de segurança, com muros altos e concertinas de arames, além de que, no pátio, também estavam cães da raça rottweiler e um doberman.

A ação foi coordenada pela Delegacia de Polícia de Tapes, e contou com apoio de agentes das DPs de Camaquã e Cerro Grande do Sul, além do apoio da Brigada Militar. Os nomes dos presos não foram divulgados por conta da lei de abuso de autoridade.