Por Catullo Fernandes

A palestra poética “Poesia que transforma”, de Bráulio Bessa, além de atingir o público no estômago e no coração, é uma fala motivadora para que poetas e artistas dos mais diferentes gêneros jamais desistam de seus ideais.

O poeta e cordelista cearense, um fenômeno da literatura brasileira atual, se apresentou no Humanize Centro Empresarial. Cerca de 750 pessoas estavam na plateia para assistir o contador de histórias e empreendedor social Bráulio Bessa, que falou durante uma hora e meia levando a plateia ora a rir e em outros momentos a refletir.

O encontro organizado pelo Sesc Camaquã com a parceria do Sindilojas, Senac e Humanize, faz parte do circuito Conexão de Ideias criado pelo Sistema Fecomércio. No encerramento da inédita ação cultural o gestor do SESC local, Daniel Sperb e o presidente do Sindilojas, Otávio Morais entregaram uma cesta de produtos patrocinada pela Afubra e uma cesta literária com livros de autores da CAPOCAM.

A explanação era simultaneamente traduzida na linguagem de libras, e o acordeonista camaquense Bruno Aires acompanhava o poeta durante a declamação dos poemas. Pacientemente e sempre sorrindo, no final, o poeta autografou livros e atendeu os inúmeros pedidos de fotos do público.

Bessa relata o início de sua trajetória de uma forma bem humorada, e que serve de parâmetro para qualquer pessoa que tenha um sonho na vida: seja entrar para a faculdade, casar e ter filhos, montar uma empresa ou simplesmente publicar um livro. No poema “Recomece” ele dá a receita para qualquer adversidade:

“Recomece! Se refaça! Relembre o que foi bom.

Reconstrua cada sonho. Redescubra algum dom.

Reaprenda quando errar. Rebole quando dançar.

E se um dia lá na frente, a vida der uma ré,

Recupere a sua fé, e recomece novamente”.