A conclusão do acesso municipal a Sertão Santana, na Costa Doce do Rio Grande do Sul, está impulsionando a economia local. Os 14,6 km que ligam o perímetro urbano à BRS-116 estão totalmente pavimentados.

Os oito quilômetros restantes para a entrega da obra receberam R$ 12,2 milhões do Tesouro do Estado. De acordo com o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, a redução dos custos de deslocamento será um dos principais benefícios à população.

“A partir de agora, a comunidade terá um acesso mais rápido e fácil à 116, sobretudo para o escoamento da produção regional até o Porto do Rio Grande”, salienta. “Os acessos municipais são parte importante do nosso plano de investimentos em rodovias, tanto que temos destinado a eles cerca de R$ 100 milhões desde o começo de nossa gestão”, acrescenta o titular da pasta.

O asfaltamento foi concluído em dezembro de 2020. Já em fevereiro deste ano, encerraram os serviços complementares, como a sinalização, a execução dos acessos de entrada para os moradores e o plantio da vegetação.

 

 

“Além do município, as populações das cidades vizinhas, como Mariana Pimentel, Barão do Triunfo e Cerro Grande do Sul, estão usufruindo de uma rodovia muito mais segura”, destaca o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Luciano Faustino.

De acordo com o prefeito de Sertão Santana, Irio Miguel Stein, as obras na ERS-713 significam vida nova aos moradores. “O asfalto pôs fim às nuvens de poeira e às imperfeições que existiam na pista”, afirma. “No aspecto econômico, contribuiu para a mobilidade, a segurança e o escoamento da produção, eminentemente agrícola, mas que conta, ainda, com a indústria e o comércio como fatores essenciais ao desenvolvimento do município”, relata.

O empresário Ronaldo Schwalm, proprietário de uma metalúrgica, também comemora as melhorias na infraestrutura rodoviária. “Algumas transportadoras evitavam entrar na cidade em função da estrada ou encareciam o frete. Especialmente em períodos chuvosos, o trânsito era muito complicado”, lembra. “Além de todos os benefícios para o crescimento da cidade e da região, o acesso asfáltico de qualidade favorece a instalação de empresas. É um incentivo para empreender e produzir”, complementa Schwalm.

Fonte: Ascom Governo do RS