A Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul, através da Delegacia de Polícia de Dom Feliciano, com apoio da Delegacia de Camaquã e Delegacia Regional de Camaquã, em cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão, flagrou na manhã desta quarta-feira, dia 04, em uma residência no interior do município, um indivíduo mantendo em cativeiro 11 pássaros, dentre os quais seis considerados exóticos, sendo duas Calopsitas (Nymphicus hollandicus), três Canários belga (Serinus canaria) e um Pintassilgo de origem estrangeira.

As outras cinco aves são provenientes de fauna nativa: dois Azulões (Cyanocompsa brissoonii), um Coleiro-do-brejo (Sporophila collaris), um Tupi (Saltator aurantiirostris) e uma Cocota (Myopsitta monachus).

A identificação foi realizada pela equipe técnica do Depto. de Meio Ambiente de Dom Feliciano. As aves eram mantidas em gaiolas pequenas, alimentação em quantidade pouco suficiente e não adequada as espécies, a água para banho e dessedentação em situação muito precária e com proliferação de algas, além da higienização bastante afetada devido a grande quantidade de fezes produzidas pelas próprias aves.

As espécies consideradas silvestres não possuíam as anilhas comprobatórias de seu registro junto ao órgão responsável, bem como sua procedência.

As aves foram encaminhadas ao criadouro da região onde receberão os tratos necessários para futuramente serem devolvidas ao habitat natural. Além das aves, foi localizada uma espingarda calibre 20, diversas munições e objetos provenientes de furto ocorrido na região.