Na tarde desta quarta-feira, 09 de janeiro, numa ação conjunta da Polícia Civil e Brigada Militar foi preso o indivíduo identificado pelas iniciais A. de S. F., 25 anos, suspeito de ter sido o autor do homicídio de Francisco da Silva, de 44 anos, mais conhecido pelo apelido de “Chiquinho”, ocorrido no dia 07 de dezembro de 2018, em Cerro Grande do Sul.

A prisão preventiva ocorreu na própria Delegacia de Polícia de Cerro Grande do Sul, em cumprimento de mandado, quando o suspeito compareceu ao estabelecimento policial ao ser convocado pelos agentes da lei. Após a prisão foram cumpridos os mandados de busca e apreensão na casa do indivíduo e na casa do suposto mandante do crime, sendo apreendidos aparelhos de telefone celular. O preso foi encaminhado ao presídio de Camaquã.

Chiquinho foi morto a tiros, na presença de sua companheira, na casa onde residia na localidade de Arroio da Toca, arrabaldes da cidade de Cerro Grande do Sul. Ele tinha passagens pela polícia, inclusive já havia sido preso, em 2014, por tráfico de drogas.