Imagens de gatos presos em meio ao motor de um carro costumam causar comoção – e garantir a adoção dos bichinhos. Mas por que os felinos gostam tanto de se enfiar nas engrenagens? Há dois motivos, afirma o professor Paulo Parreira, coordenador do curso de pós-graduação em manejo comportamental de cães e gatos da PUC do Paraná.

“Gato gosta muito de toca. E acaba sendo uma coincidência dupla. Por eles gostarem muito de toca, acabam procurando também calor. Geralmente o gato entra no motor quando ele ainda está quente. (…) A característica dele (animal) é se enfiar em locais apertados, pequenos. Eles gostam disso”, diz o professor.

Como evitar que o felino entre no motor do carro? Segundo Parreira, se você ou seus vizinhos têm um bicho em casa, ou há muitos na região, o ideal é usar repelente. A substância tem um cheiro que espanta os gatos e pode ser encontrada em pet shops. Mas, mesmo assim, é bom ficar atento. O calor do local, principalmente no inverno, pode fazer o bicho aguentar o incômodo para se esquentar.

E buzinar espanta o animal? Segundo o professor, o barulho pode até funcionar, mas pode também ter o efeito contrário. “O comportamento animal, se ele se sente ameaçado, é ele entrar cada vez mais nessa toca. (…) A recomendação é que, se a pessoa perceber que tem um animal dentro do motor do carro, esperar ele sair.”

Não são somente os felinos que têm esse comportamento. O professor de veterinária conhece casos com gambás e até um furão que era bicho de estimação.

Parreira ainda adverte: se você notar o animal dentro do carro, não ligue o motor, pois o funcionamento das peças pode ferir o animal. O professor mesmo já tratou uma gata que perdeu a pata por causa de uma motorista que achou estar espantando o bicho. Parreira acabou por adotar o bichano.