No domingo 5 de agosto aconteceram as convenções partidárias para as eleições 2018, e foram definidos os 7 nomes de candidatos que irão concorrer ao Governo do estado do Rio Grande do Sul, saiba um pouco de cada candidato que irá concorrer ao Piratini, nas eleições de 7 de outubro

Eduardo Leite (PSDB)

Eduardo Leite (PSDB)

Eduardo Leite é natural de Pelotas, cidade do Sul no Rio Grande do Sul. Foi vereador, presidente da Câmara, secretário municipal e prefeito do município (2013/2016) pelo PSDB. Em novembro de 2017, assumiu a presidência estadual do PSDB gaúcho.

 

 

José Ivo Sartóri (PMDB)

Sartori foi eleito em 2014 no segundo turno das eleições para o RS. Na disputa com o Tarso Genro, ficou com 61,21% dos votos válidos. Tem 70 anos, é casado com Maria Helena Sartori, e tem dois filhos. Nasceu na Linha Amadeu, distrito de São Marcos, na serra gaúcha. Iniciou a carreira política em 1976, quando foi eleito vereador de Caxias do Sul.

 

Júlio Flores (PSTU)

Formado em Ciências e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Júlio Flores leciona na rede pública de ensino. Na década de 1980, quando trabalhava em um banco, foi diretor do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre (Sindibancários). Em 1994, filiou-se ao PSTU, partido pelo qual disputou 11 eleições, para vereador, prefeito, governador e senador.

Mateus Bandeira (NOVO)

Nascido em Pelotas, ele é formado em Informática pela Universidade Católica de Pelotas e possui especialização em Finanças pela Fundação Getúlio Vargas e Gestão pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Foi secretário de Planejamento e Gestão durante o governo de Yeda Crusius (PSDB) e presidente do Banrisul entre 2010 e 2011.

Miguel Rosseto (PT)

Aos 58 anos, Miguel Rossetto foi ministro do Desenvolvimento Agrário e da Secretaria Geral da Presidência nos governos do PT. Também foi vice-governador do estado durante o mandato de Olívio Dutra.

 

 

Roberto Robaina (PSOL)

Roberto Robaina foi candidato ao governo estadual pela primeira vez em 2006, tentou se eleger deputado estadual em 2010 e disputou a eleição de 2012 para prefeito de Porto Alegre. Em 2014 tentou novamente a eleição ao Executivo estadual, sem sucesso.

 

 

Jairo Jorge (PDT)

Jairo Jorge tem 55 anos, é jornalista e já foi prefeito de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, pelo PT, por dois mandatos. Foi pró-reitor da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) e ministro da Educação interino em 2004.

 

Matéria editada 07/08/2018 às 14h05min