Como já havia comentado noutra oportunidade em que esteve se manifestando à imprensa o prefeito Alaor Pastoriza confirmou em nota oficial nesta quinta-feira, 20 de dezembro, que o poder público municipal não irá realizar o Carnaval de Rua 2019.

O administrador explicou que a decisão é a priorização do orçamento municipal, considerando que a promoção do evento depende de um alto custo, chegando a aproximadamente a R$ 100 mil reais para as quatro noites de festa, recurso que os cofres público não podem dispor neste momento em detrimento de outros serviços público essenciais.

“O Município vem passando por dificuldades, os custos durante o ano de 2018 aumentaram consideravelmente, e a crise financeira, fizeram com que priorizássemos o atendimento na saúde mantendo o plantão 24 horas, educação com investimentos nas escolas, folha de pagamento em dia e pagamento do 13º salário integral antes da data limite, recolhimento de lixo urbano que na temporada de verão é diário, obrigações trabalhistas e com fornecedores”, pontuou Pastoriza.

A nota afirma ainda que existe um evento criado nas redes sociais anunciando a realização do carnaval, mas que trata-se de trata-se de uma página Fake, ou seja, notícia falsa. Destaca ainda que nos dias de carnaval não será fechada a Avenida Presidente Vargas por questões de segurança.