Prefeitura de Mariana Pimentel é alvo de criminosos virtuais

Invasão aos sistemas ocorreu no último domingo, dia 19

A semana começou com grande preocupação para a Administração Municipal de Mariana Pimentel. Isso porque a equipe do Departamento de Informática identificou na última segunda-feira (20),  a invasão de um vírus nos servidores que comportam os dados de todas as secretarias e departamentos do município. A invasão teria ocorrido no domingo 19, no período das 15h50 às 16h.

Após a identificação do problema uma comitiva da prefeitura foi ao Departamento de Estado de Investigação Criminais – Repressão de Crimes Informáticos, em Porto Alegre. O Delegado que atendeu pessoalmente o caso explicou que neste caso não é possível identificar os criminosos virtuais devido a utilização de técnicas modernas para mascarar os ataques. Explicou também que esta pratica tem se tornado comum em setores públicos devido a possibilidade da utilização de recursos ainda não disponíveis para identificação.

Atualmente a prefeitura já possui proteção e segurança para todos os dados e máquinas dos usuários, porém, como explicado pelo Delegado, este tipo de malware (software mal-intencionado) é muito recente e não existe tecnologia disponível no mercado para barrar os ataques. Foram atacados o servidor Pronim (sistema de gestão), servidor e-sus, TEI Saúde e servidor de domínio.

Para o ataque foi utilizada a mutação de um vírus Ransomware conhecida como Robin Hood, lançado em 2019, sua função é bloquear partes do sistema ou pastas criptografando os dados e escondendo a chave para que um usuário não consiga decifrá-la ou também bloqueando sua tela com um Pop Up. Nesse caso, os bancos de Dados dos sistemas de gestão pública foram ocultados impossibilitando a leitura de Dados para utilização dos sistemas, ou seja, os serviços disponibilizados à comunidade, como no caso de protocolos, pagamentos e acessos, não estão disponíveis. A previsão de retorno é de três dias úteis a contar desta terça (21).

Quanto a questão das contas bancárias do município, embora não tenha sido alvo dos ataques, a administração municipal já tomou as medidas de segurança e partir de agora o prefeito junto aos responsáveis pelo setor de pagamentos irão se dirigir às agências para a liberação dos valores.
A procuradora municipal, Caroline Wutzke, informa que o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul foi igualmente notificado do ataque virtual, de modo a prevenir qualquer espécie de penalização do Município quanto a temporária ausência de dados.

O vice-prefeito, Betinho Golanski, acompanhado pelo técnico de informática, Maurício Bzerzinski, registraram a ocorrência. Betinho lamentou a situação, porém, comenta que a administração não será abalada e seguirá trabalhando, também agradece o empenho dos servidores que estão trabalhando incansavelmente na manutenção dos sistemas para o retorno dos serviços para a comunidade.

Fonte: Prefeitura Municipal / Edição Portal ClicR

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: