Com condição mais tropical, as instabilidades têm ocorrido em forma de pancadas com trovoadas, de forma passageira e mal distribuída sobre o Rio Grande do Sul. Mas, mesmo assim, as chuvas irregulares estão conseguindo manter o nível dos reservatórios e as lavouras irrigadas estão com boas condições de desenvolvimento em algumas regiões do Estado.

Atualmente, os índices de umidade do solo estão se mantendo na casa dos 50 a 60% no RS. Uma frente fria passa entre a segunda-feira (11) e a terça-feira (12), após uma tarde de muito calor no Estado. Atenção, pois mesmo isolada e passageira a chuva ainda pode vir com eventual granizo e ventania. Posteriormente, o tempo abre e as temperaturas entram em elevação.

Outra frente fria passa no fim de semana, com possibilidade de temporais. Assim, com a passagem destes dois sistemas, tem previsão de reposição da umidade do solo em pelo menos 10% até o dia 17 de janeiro. Por outro lado, a partir do dia 18, o tempo fica firme, seco e quente no Rio Grande do Sul.

Informações Somar Meteorologia / Edição Clicr