Cerro Grande do Sul – Em um município caraterizado por pequenas propriedades rurais, em que a base da economia é a agricultura, pode se afirmar que ter uma agricultura familiar forte significa comida na mesa, geração de emprego e renda, qualidade de vida e o bom desenvolvimento econômico.

Pensando nisso a escola municipal de ensino fundamental de tempo integral, Antônio José Pereira, de Data dos Tavares, vem desenvolvendo com seus alunos e comunidade escolar, desde 2017, o projeto “Agricultura Familiar – Um novo caminho”, que já rendeu diversos resultados com destaque para o engajamento dos estudantes nas atividades do projeto, que inclui a construção de estufas para a produção de hortaliças até práticas de conservação do solo e preservação ambiental.

Outro fator de relevância considerado pelos idealizadores do projeto se refere a participação da comunidade local na rotina escolar, através da colaboração de pais de alunos e moradores em geral que entenderam como importante a valorização da agricultura familiar, além do propósito de desenvolver hábitos alimentares saudáveis nas crianças e o incentivo ao cultivo de hortas em suas casas, visando a construção de um desenvolvimento sustentável para as futuras gerações.

Trabalho apresentado na II Feira Multidisciplinar na escola em 2019

Parcerias importantes se somaram para que o projeto tivesse êxito, a exemplo da Emater-RS/Ascar, que contribuiu com apoio técnico nas atividades. Outra entidade fundamental no processo foi o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) que auxiliou na construção desta relação entre os estudantes e a terra por meio de palestras e ações que evidenciaram importância desta identidade agrícola do município e das atividades agrícolas propriamente ditas como meio de segurança alimentar e fonte de renda.

Essa parceria com o STR rendeu a edição de uma revista sobre o projeto, sendo que a entidade presenteou a escola com a publicação, como forma de difundir o trabalho promovido.

Em função dos protocolos de segurança estabelecidos pela pandemia do coronavírus o lançamento da revista vai ocorrer por meio de uma live, às 19 horas, deste dia 1° de setembro, na página do Facebook da Fetag-RS. A transmissão terá a participação de diversos representantes municipais envolvidos com o projeto, incluindo alunos, professores, direção da escola, presidente do STR e gestores públicos.

“Estamos muito contentes com os resultados até agora dessa união de escola, comunidade e entidades parceiras, e muito agradecidos por todo apoio recebido de cada um que não mediu esforço em nos ajudar a ampliar os conhecimentos técnicos e práticos necessários”, completou a diretora da escola, Camila Bombardelli.

Matéria atualizada em 31/08/2020 às 14hs.