Barão do Triunfo – O ano de 2020 tem sido um desafio constante para a educação e para a comunidade escolar. Manter os alunos participando das atividades e propiciar aprendizagens significativas através do ensino remoto não tem sido fácil para docentes e equipes diretivas.
Trabalhar com projeto escolar é uma metodologia alternativa para esse momento inusitado e o caminho adotado pela escola Estadual José Joaquim de Andrade.
Aproveitando os temas transversais e a semana do lixo zero, os professores montaram uma proposta pedagógica a fim de desenvolver a consciência ambiental e competências tecnológicas, sociais, de comunicação e de autoconhecimento. Assim, mediante atividades multidisciplinares, foram lançados desafios tais como criar obras de arte com sucata, doar livros literários, recolher o lixo de espaços públicos, fazer composteiras, criar campanhas para diminuir a produção de lixo e para o consumo consciente.
A proposta inclui a postagem das atividades nas redes sociais, para alcançar maior público e levar a campanha para lugares mais longínquos.
As atividades propostas aos alunos também estão sendo realizadas pelos docentes, como uma maneira para incentivá-los na execução do projeto. Um exemplo a ser citado é a prof. Viviane Govoni que, durante uma pedalada na praça central de Barão do Triunfo, juntou 2 sacolas de lixo no local. As estudantes do ensino médio, Samanta (2º ano) e Paloma (3º ano), também se engajaram na campanha de limpeza e recolheram várias sacolas de lixo das redondezas do cemitério.
Os alunos estão se esmerando na realização do projeto, haja visto a composteira construída com garrafas pet, obra das irmãs e alunas do 8º ano, Amanda e Luísa Gonçalves. Já o Bruno Lima, do 7º ano, utilizou as garrafas plásticas para fazer uma pequena horta suspensa. Uma campanha muito bonita foi feita por Harry Garigan (8º ano) pedindo que a comunidade mantenha a cidade limpa.
Assim, o corpo docente e a equipe gestora procura motivar os educandos na execução das atividades e, ao mesmo tempo, desenvolver a consciência crítica e a cidadania através das ações realizadas.

Por: Maria Tanise Antunes