A Polícia Civil de Camaquã divulgou na manhã desta sexta-feira (17) um alerta sobre os golpes via telefone de “FALSOS SEQUESTROS”, onde os criminosos, normalmente detentos do sistema prisional, efetuam ligação telefônica para as vítimas e simulam que estão com algum familiar sequestrado

Como tática de convencimento, os criminosos fazem uma verdadeira lavagem cerebral na vítima e, inclusive, colocam vozes, gritos e pedidos de socorro ao fundo da ligação para convencer a pessoa, a qual acaba entrando em pânico e passa a acreditar que o sequestro existe e passa a realizar depósitos diversos nos bancos e nas lotéricas para  contas “laranjas” dos criminosos.

Segundo a polícia, na maioria das vezes, durante o golpe, os criminosos pedem para as vítimas não fazerem contato com nenhuma pessoa e nem desligar o fone, pois assim a vítima fica em contato permanente, evitando contato com o suposto familiar sequestrado e,  com muita lábia, conseguem controlar todas as ações da vítima.

A polícia alerta que 100 % das últimas ocorrências sobre “sequestro” foram golpes.  A orientação é que quando ocorrer esta situação, a primeira coisa a fazer é manter a calma, não fornecer nenhum dado e contatar ou dirigir-se ao suposto familiar sequestrado, pedir socorro a um amigo, colega ou familiar próximo, ou ainda entrar em contato com a Polícia Civil, a fim de que a situação seja melhor avaliada.

No último período, a Polícia Civil vem atendendo muitas ocorrências de golpes do tipo: “FALSO SEQUESTRO”; “GOLPE DO NUDEZ”  “BILHETE PREMIADO” E “FALSO DEPÓSITO”.