Relembre como foi a conquista do Esperança no Colonial Regional de 1995

A 30 anos atrás o Esperança erguia um importante troféu

No Ano de 1995, o Esperança de Sertão Santana  ganha um grande título Regional de futebol de campo. (CAMPEÃO COLONIAL)  A competição era o campeonato Colonial e disputado no campo do Cometa Brasino em Cerro Grande do Sul. A competição foi disputada por 16 equipes de vários Municípios e em 3 fases diferentes, sendo que  os finalistas tiveram que ir  3 finais de semana.

Esperança (Sertão) 3X3 Botafogo (Camaquã)

O Esperança estava completo, mas sabia que o Botafogo além de ótima equipe contava com 6 atletas do Guarani de Camaquã que disputava o campeonato Amador Estadual. Aos 20 minutos do primeiro tempo o Botafogo abre o marcador com um gol de cabeça, ainda no primeiro tempo faz o segundo gol num chute de fora da área em torno dos 40 minutos. O Esperança chuta duas bolas no travessão mas a bola não entra. No segundo tempo o Esperança vem disposto a empatar mas toma o terceiro gol aos 10 minutos. Ao levar a bola para o meio campo, o Capitão do Esperança Betinho, falou com seus atletas para continuarem jogando, pois mesmo perdendo de 3 a zero estavam fazendo uma grande partida. Aos 25 minutos do segundo tempo, entra o atleta  Clovis a pedido da torcida esperancista e pondo mais lenha na fogueira. Aos 30 minutos Betinho bate escanteio e o zagueiro corta com mão sendo pênalti para o Esperança. Luciano bate e faz o primeiro. Aos 35 Betinho domina a bola na entrada da área e passa pra Clovis na área pequena que é derrubado pelo zagueiro sendo mais um pênalti para o Esperança. Como ninguém queria bater Sandro assumiu o compromisso e fez o segundo gol do Esperança. Aos 40 minutos Mano da entrada da área  acertou um chute certeiro no angulo esquerdo do goleiro empatando o jogo que estava quase perdido. O Esperança ainda chutou mais uma bola na trave, mas o placar ficou 3 a 3 onde tudo foi decidido nos pênaltis

Ansiedade e euforia e conquista nos pênaltis

Nos pênaltis o Esperança errou o primeiro e correu atrás novamente, sendo que o Botafogo chutou um pênalti na trave e o outro o goleiro Fabinho pegou, e como quis o destino que o último pênalti ficasse para o capitão Betinho bater. (Sendo que um ano antes ele errou e desperdiçou a chance do Esperança ser campeão onde foi muito criticado) mas dessa vez com muita concentração chutou forte sem dar chances ao goleiro e assim dando o título ao Esperança onde a torcida e atletas puderam comemorar essa grande conquista que está nos principais títulos do Clube.

Colaboração: Betinho

Em Pé:

Chiquinho, Fabinho, Maninho, Pedro, Mano, Fabiano, Luciano, Robson, Clovis e o treinador Nereu

Agachados:

Alex, Betinho, Aroldo, Adriano, Sandro, Bolacha e Vampiro

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: