Restou um preso na operação contra o tráfico em Cerro Grande do Sul

Na ação de combate ao tráfico de drogas efetuada pela polícia civil, no final da tarde da quinta-feira, 18 de janeiro, restou preso o indivíduo identificado pelas iniciais S.R.S, 35 anos, proprietário do estabelecimento comercial conhecido como Bar do Nei, no bairro Vila Nova, onde foi cumprido o mandato de busca e apreensão.
O homem que vinha sendo investigado pela polícia foi preso em flagrante sob a acusação de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e de munições para arma de calibre de uso restrito, já que no estabelecimento autuado foram encontrados 360 gramas de cocaína, um revólver calibre .38, vinte cartuchos intactos de calibre .38, vinte e dois cartuchos de calibre 9 mm, duas balanças de precisão, um cigarro de maconha, cigarros de contrabando e cerca de R$ 10 mil em espécie.
O acusado já havia sido preso em 2014, quando foi indiciado por tráfico de entorpecentes, posse ilegal de arma e fogo e coação no curso do processo, mas respondia em liberdade. Se acusado desta feita ele poderá pegar até 10 anos de detenção.
Os outros dois indivíduos que estava no bar na hora da abordagem policial foram conduzidos a DPPA de Camaquã onde foram ouvidos como testemunhas e liberados em seguida.

POLÍCIA

Mulher foi presa transportando crack junto com a filha de 12 anos

Na noite desta sexta-feira, 24, a Polícia Rodoviária Federal prendeu três pessoas que transportavam uma carga de crack escondida em uma mochila. A ação...

Homem é morto com paulada na cabeça em Camaquã

Mais um caso contribuiu para o aumento nos índices de criminalidade do município de Camaquã, na madrugada deste sábado (25). Um homem de 40 anos...

Polícia Civil prende seis pessoas durante operação em Camaquã

Na tarde desta quarta-feira (23), uma megaoperação contra os crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e homicídio foi realizada no bairro Bom Sucesso,...