Estado chega a 22.798 mortes e 910 mil infectados desde o começo da pandemia. Ocupação de leitos de UTI cai para 89%, e mais de 4% da população já recebeu ambas as doses das vacinas.

 

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) divulgou nesta quinta-feira (15) mais 235 mortes por Covid-19 registradas nas últimas 24 horas. A maioria delas aconteceu em abril, exceto 38, que são de datas anteriores. O Rio Grande do Sul chega a 22.798 óbitos por coronavírus em toda a pandemia.

Apesar disso, a média móvel de mortes se mantém em queda. Em relação a duas semanas atrás, houve uma redução de 33% e o estado chega ao índice de 180 óbitos diários — o menor desde 10 de março.
Da mesma forma, segue em declínio a curva de novos casos. Segundo a SES, foram identificadas mais 5.743 pessoas com a doença, o que eleva para 910.522 o total de casos no RS.
Do total, 873.057 (95,9%) são considerados recuperados, 14.594 (1,6%) seguem em acompanhamento, e a taxa de letalidade é de 2,5%.

Contudo, a média móvel de casos reduziu 25% em relação há 14 dias. Nesta quinta, o estado está no patamar de 4.489 novos casos diários, em média.
A vacinação atingiu 1.886.855 pessoas, que receberam ao menos uma dose, o equivalente a 16,65% da população gaúcha.
Já 4,07% da população foi imunizada com ambas. Ou seja, 461.618 dessas pessoas receberam as duas doses do imunizantes, o que é determinante para a eficácia da vacina.
A ocupação dos leitos de UTI está abaixo dos 90%. Na tarde desta quinta, haviam 3.032 pacientes em 3.397 vagas nos hospitais gaúchos, uma taxa de ocupação de 89,3%.
Apenas as regiões de Uruguaiana e Cachoeira do Sul permaneciam com mais pessoas do que vagas disponíveis. As demais, apesar de estarem em situação ainda crítica, não apresentavam superlotação.

Por G1 RS