O diagnóstico dos solos em que cultivamos é uma prática que ganha cada vez mais importância na agricultura.

A análise de solo, química e física, é uma ferramenta que identifica as condições do solo, a sua fertilidade, as recomendações técnicas adequadas para correção de acidez, a adubação de acordo com as necessidades nutricionais e a avaliação dos melhores períodos de plantio de cada cultura.

Diante disso, a Secretaria da Agricultura de Sertão Santana, juntamente com a Emater local, formalizou uma parceria para melhorar o fluxo de envio das amostras coletadas pelos nossos agricultores.

O secretário da pasta, Renato Adão Burchert e o representante da Emater de Sertão Santana, Técnico Agrícola Clair Schaffer, salientaram que a iniciativa objetiva agilizar e reduzir os custos dos agricultores. De acordo com a parceria, a Emater ficará responsável pelas orientações da coleta e interpretação das análises e a Secretaria da Agricultura fará o transporte do material até o laboratório LABOTERRA, em Porto Alegre.

Dentro desse novo contexto, o agricultor vai arcar, apenas, com o custo do serviço do laboratório, que atualmente gira em torno de R$ 35,00 para a análise química e R$ 32,00 a análise física.

Fonte: Prefeitura Municipal de Sertão Santana