Em rede social da Prefeitura municipal de Sertão Santana, a Secretaria de Saúde emitiu na tarde desta quarta-feira (10/03), uma nota para esclarecer alguns questionamentos quanto a transparência da vacinação.

Abaixo a nota publicada:

A secretaria da saúde tem direcionado todos os esforços a fim estabelecer protocolos e manter o máximo de atendimento à população, sendo que nos últimos dias houveram muitos questionamentos quanto a transparência na vacinação vimos por meio desta esclarecer:

Recebemos a primeira remessa da vacina em 19 de janeiro, 42 doses, sendo estas direcionadas a profissionais da saúde e idosos em “Instituições de Longa Permanência de Idosos” (ILPI), as mesmas foram aplicadas nos profissionais que trabalham no atendimento direto de pacientes com sintomas e confirmados do vírus, em parte dos idosos e nos cuidadores do único Lar de idosos que temos registrado em nosso município, devido ao pequeno número de doses não foi possível contemplar completamente nenhuma das categorias preconizadas nesta primeira remessa, sendo solicitado uma segunda remessa que chegou no dia 25 de janeiro, com 30 doses onde foram aplicadas as primeiras doses no restante de idosos e em mais um montante de profissionais da saúde, esta categoria inda não foi completamente beneficiada.

A terceira remessa foi recebida em 27 de janeiro e refere-se à segunda dose da segunda remessa que, sendo de outro laboratório, deverá ser aplicada após o período de 3 meses, a mesma encontra-se em estoque.

A quarta remessa foi recebida em 1º de fevereiro e refere-se a 42 doses da segunda dose da primeira remessa.

A quinta remessa recebida em 02 de fevereiro, um quantitativo de 50 doses, foram destinadas ao restante dos profissionais de saúde do setor público e foi dado início a vacinação de profissionais de saúde do setor privado. Já no dia 08 de fevereiro foram recebidas mais 130 doses onde foi disponibilizada a primeira dose para o restante dos profissionais de saúde do setor privado, para idosos acamados e seus cuidadores, quando os mesmos necessitem de cuidados em tempo integral, e iniciado para idosos acima de 80 anos seguindo o protocolo estadual.

No dia 25 de fevereiro foram recebidas a sétima remessa, referente a segunda dose da quinta remessa, e a oitava remessa com 90 primeiras doses que foram destinadas a idosos acima de 80 anos e remanescentes de outras categorias.

No último dia 5 foi recebida a nona remessa, com 130 doses desatinadas a segunda dose da sexta remessa, estas que começaram a ser aplicadas na data de hoje e já estão contabilizadas neste boletim. O restante das doses desta remessa serão aplicadas até o sábado.

No momento as vacinas estão sendo disponibilizadas para uma fila de espera de pessoas acima de 80 anos que já haviam agendado, após será divulgado o dia e será liberado por livre demanda conforme a faixa etária.

 

Secretária da Saúde Rosana Borba ressaltou:

“Os vacinados abaixo de 80 anos foram pacientes acamados que necessitam de cuidador em tempo integral, no momento não foi concluído a vacinação da faixa etária acima de 80 anos. Iniciamos a campanha com agendamento para que não houvesse aglomeração, mas assim que os que já haviam agendado vacinarem divulgaremos uma data para livre demanda conforme o Plano Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.”