A Secretaria Municipal da Educação de Camaquã compartilha nota de entidades gaúchas que atuam na área da educação para esclarecer alguns pontos importantes para a comunidade. A SME reforça que receberá orientações quanto a organização de novo Calendário Letivo e com base em questões legais e mediante aprovação do CMEC divulgará para a Rede Municipal de Ensino.
A pasta aguardará normativas do CONSEME/Undime/RS e Uncme – RS sobre a construção de estudos e alternativas no sentido de garantir uma recuperação de aulas que efetivamente dê condições e acesso à todos os educandos de forma igualitária, garantindo assim qualidade de aprendizagem.
A SME ainda informa que a Prefeitura Municipal publicou o decreto nº 23.303, de 02 de abril de 2020, que suspende as aulas até o dia 30 de abril, com retorno em 2 de maio. O novo decreto segue o estabelecido no decreto estadual nº 55.154, de 01 de abril de 2020.
Confira na íntegra a nota publicada pelas entidades estaduais:

NOTA CONJUNTA: FAMURS, UNDIME/RS e UNCME-RS
Diante da veiculação da matéria na ZH, com o título “Atividades domiciliares vão contar como horas-aula nas escolas públicas e privadas do RS”, a Famurs, Undime e Uncme ESCLARECEM que:
– A Webconferência realizada com a Seduc e demais instituições na manhã de quarta-feira (02/04) o assunto em pauta foi a garantia de suspensão das aulas até 30 de abril em atendimento ao Decreto Estadual nº 55.154/2020, o que fora aceito e confirmado por todos os presentes;
– A forma de recuperação das aulas e dias letivos de forma unificada não esteve no debate da reunião, pois cada Rede de Ensino buscará alternativa que atendam os preceitos legais e garantam a aprendizagem e a qualidade da educação para todos os alunos;
– O Diretor Pedagógico da Seduc-Rs, Roberval Furtado, explanou a forma de recuperação adotada pelo Estado, mas em momento algum houve a decisão de que essa forma seria unificada nas diferentes redes de ensino;
Sendo assim, reiteramos que estamos construindo com o CONSEME/Undime/RS e Uncme – RS estudos e alternativas no sentido de garantir uma recuperação de aulas que efetivamente dê condições para os profissionais da educação e para os alunos no processo educacional de forma que a interação, a ação e o acompanhamento pedagógico sejam a prioridade. Todos vivemos uma situação excepcional que exige de todos um esforço no sentido de buscar soluções que sejam viáveis e que não comprometam a qualidade da Educação Pública.
02 de abril de 2020.

FÁTIMA EHLERT
Coordenadora da área técnica da Famurs

MARCELO MALLMAN
Presidente da Undime- RS

FABIANE BITELLO PEDRO
Coordenadora da Uncime-RS

Por: Tarso Ribeiro Jornalista – Assessoria de Imprensa – MTB 18.636
Secretaria Municipal da Educação de Camaquã