Foi sepultado ontem (12) pela manhã o corpo de Elias Gonckzoroski, 38 anos, encontrado morto em Mariana Pimentel, na última segunda-feira, 11 de fevereiro.

Elias foi encontrado caído às margens da rua, no caminho de casa, próximo ao cemitério, com sinais de violência, possivelmente ferimentos a faca, na altura do pescoço.

O caso comoveu e indignou moradores da cidade pelo fato da vítima ser bastante conhecida no local, inclusive pelo apelido de “Macucho”. Cidadão simples que trabalhava de empregado nas plantações de batata.

A polícia civil e o Instituto Geral de Perícia (IGP) atenderam a ocorrência e o caso segue sob investigação, mas ainda não há nenhum parecer a respeito. O telefone da vítima não foi encontrado, apenas a carteira contendo R$ 10 reais.

Familiares afirmam que não sabem de qualquer motivo que possa ter levado alguém a cometer um crime contra Elias. O irmão Eloi diz que a família segue angustiada pela falta de respostas e pela dor da perda.