CidadesGeralSertão Santana

Suco de uva produzido em Sertão Santana é premiado na 40ª Expointer 2017

Sertão Santana – A sexta edição do concurso, que valoriza a produção de pequenos produtores premiou na última quinta-feira (31), os melhores produtos da agricultura familiar no Pavilhão da Agricultura Familiar do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

O concurso foi promovido pela SDR, com apoio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Emater, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), da Associação dos Produtores de Cana-de-Açúcar e Seus Derivados no Estado do Rio Grande do Sul (Aprodecana) e da Embrapa Uva e Vinho.

Pela primeira vez, o melhor salame colonial do Rio Grande do Sul foi premiado e neste concurso foram inscritos seis produtos na categoria vinho tinto de mesa, três na categoria vinho tinto fino seco, 15 na suco de uva integral, seis na salame tipo italiano, sete na salame colonial, oito na queijo colonial, seis na cachaça prata, seis na cachaça premium (envelhecida) e apenas uma amostra na categoria cachaça extra premium.

Tarcisio Minetto que é o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), reiterou a força da agricultura familiar na feira.

O presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag), Carlos Joel da Silva, representou os produtores. “A melhor vigilância sanitária são os consumidores e é isso que nós queremos, produzir cada vez mais alimentos melhores para o público que vem até a Expointer”.

De acordo com um dos integrantes da Cooperativa Agropecuária de Sertão Santana, Celio Hollas, todos estão muito felizes por estarem na Expointer, felizes por serem agraciados com o título de melhor Suco de Uvas Integral da edição 2017, e sobre tudo, “felizes por industrializar uvas de agricultores comprometidos com a qualidade em todas as etapas de produção, o importante é que os amigos que consomem sucos integrais saibam que estão bebendo apenas o suco da fruta sem adição de água, açúcar, e conservantes”, publicou em sua rede social.

Os empreendimentos premiados participam do Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf) e têm produtos registrados no órgão sanitário competente, embalados, rotulados e dentro do prazo de validade.

O concurso tem como júri, professores, pesquisadores, chefes de cozinha, estudiosos e jornalistas de instituições e empresas do setor.

As agroindústrias vencedoras:

Vinho tinto fino seco: 1º Dom Bôrtolo, 2º Paludo, 3º Adams

Vinho tinto de mesa seco: 1º Coopeg, 2º Paludo, 3º Adams

Suco de uva integral: 1º Sertão Santana, 2º Carraro, 3º Coopeg

Queijo colonial: 1º Laticínios Pipo, 2º Ferrari, 3º Puro Sabor do Interior

Salame tipo italiano: 1º Bergamaschi, 2º Saci, 3º Agnolin

Salame tipo colonial: 1º Fioresi, 2º Antenor Araldi, 3º Ferrari

Cachaça prata: 1º Destilados Santin, 2º Harmonie Schnaps, 3º Casa Bucco

Cachaça envelhecida premium: 1º Casa Bucco, 2º Velho Alambique, 3º Harmonie Schnaps

Mel: 1º Mel Teixeira TX, 2º Schuler, 3º Mel Primavera

Na categoria cachaça envelhecida extra premium, com no mínimo três anos de envelhecimento, não foi avaliada porque houve apenas um inscrito.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios