Uma parceria entre o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e a Casa Valduga está resultando na transformação de vinho em álcool 70%. Assim que pronto, o produto será doado para a secretaria municipal de saúde de Bento Gonçalves, que vai utilizar para higienizar superfícies e materiais das 30 unidades de saúde e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A ideia partiu de dentro da Vinícola-Escola do Campus Bento Gonçalves do IFRS. No local, estavam armazenados 47 mil litros de vinho que foram avaliados como impróprios para consumo e comercialização em 2007. Cientes da necessidade de álcool 70% no momento em que o país vivencia a pandemia pelo coronavírus, o Instituto decidiu dar um destino útil para o vinho que estava parado.

Como a instituição não tem equipamento capaz de atender um volume tão grande de líquido, de acordo com o diretor-geral do Campus Bento Gonçalves, Rodrigo Otávio Câmara Monteiro, foi preciso buscar parcerias. Foi assim que chegaram na Casa Valduga, que se prontificou a ajudar gratuitamente e está sendo a responsável por fazer o processo de destilação. Monteiro destaca que é emocionante o engajamento dos envolvidos. “Tem muitas pessoas, muitas mãos, muitas empresas envolvidas. É gratificante poder participar de uma ação dessas”, comenta.

O diretor da Casa Valduga, Eduardo Valduga, comenta que ajudar o município, além de ser uma missão, também é uma forma de retribuir o que a comunidade já fez. “Esse momento deixa uma mensagem de que o setor vitivinícola faz o seu melhor sempre”, afirma
Fonte: Jornal Semanário