Após a apresentação do plano de obras do Governo do Estado, na tarde desta quarta-feira (09/06), que anunciou R$ 910 mil para readequação dos projetos técnicos de acesso asfáltico de Barão do Triunfo e Mariana Pimentel, as lideranças políticas e a população em geral destes municípios experimentaram um misto de alegria e decepção, uma vez que há anos lutam e sonham com este investimento tão necessário em estrutura viária, para alavancar o desenvolvimento socioeconômico da região.

Ocorre que as obras nestes municípios não podem ser iniciadas seguindo os antigos projetos que datam de mais de 30 anos e, por isso, os mesmos precisam ser refeitos para que o pavimento possa ser implantado atendendo as necessidades atuais de fluxo e carga de veículos.

Para o vice-prefeito Betinho, de Mariana Pimentel, a notícia deve ser comemorada por representar o resultado de um trabalho que vem sendo promovido pela atual administração municipal para que o município estivesse incluído no rol de investimentos do Governo Estadual, decisão que já havia sido adiantada, segundo ele, em reunião recente dos gestores municipais com o secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella.

“De qualquer forma nós estamos buscando parceria público-privada, através de grandes empresas. Já tivemos reunião com a CMPC no início do semestre e vamos continuar lutando. O Estado abre possibilidades para essas parcerias. A luta pela pavimentação asfáltica da ERS-711 é um compromisso de campanha e nós vamos continuar lutando até conseguir”, garantiu o vice-prefeito.

Em Barão do Triunfo o prefeito Elomar Kologeski foi mais reticente ao avaliar o anúncio, mas ponderou que já é um avanço em consequência das inúmeras reivindicações da demanda junto ao Governo do Estado.

“Esta é uma obra muito esperada e reivindicada por nós há muito tempo. Sabemos que estamos nos aproximando de um ano de disputas eleitorais, mas também temos consciência e o histórico nos mostra que sempre foi dessa forma que muitos dos empreendimentos e investimentos públicos ocorreram ou iniciaram no nosso Brasil”, avaliou.

Elomar disse que pretende se reunir em breve com os dirigentes da secretaria estadual de Logística e Transportes para discutir o assunto, inclusive reforçar uma sugestão já ventilada noutra oportunidade de alterar o trajeto da pavimentação passando pelo município de Sertão Santana e se integrando a ERS-713, já asfaltada.

“Tendo em vista que o projeto precisará ser refeito acreditamos que esta seja uma hipótese a ser considerada, uma vez que entendemos que os investimentos serão inclusive menores neste trecho. Já falamos inclusive com o prefeito Alemão, de Sertão Santana, que apoiou nossa ideia. O fato é que precisamos do asfalto urgentemente, seja ele por onde for e vamos seguir cobrando do Estado este investimento”, acrescentou o prefeito.