PROMOÇÃO Por tempo Limitado - 10% DE DESCONTO EM ARTIGOS PARA SUA CASA - www.loja.clicr.com.br

Chuvisca

  • Vereador reeleito em Chuvisca é preso pela Polícia Civil

    Fonte: Elias Bielaski / Clic Camaquã

     

    Na manhã desta segunda-feira, 23 de novembro, o vereador suspeito de atropelar Lorena Tavares da Silva, de 59 anos, foi preso pela Polícia Civil em Chuvisca. O parlamentar foi o terceiro mais votado na Eleição Municipal de 2020 e é o principal suspeito do atropelamento ocorrido em 8 de agosto, na ERS-350, próximo a um posto de combustível na cidade de Chuvisca.

    reportagem do Clic Camaquã entrou em contato com a delegada responsável Geórgia Malafaia, que comunicou que mais informações sobre o caso serão divulgadas ainda hoje. Informações obtidas pela reportagem dão conta de que a prisão ocorreu na manhã desta segunda-feira, 23 de novembro. No momento, a Polícia Civil realiza os trâmites legais.

    O delegado responsável pelo caso até o mês de agosto, Robertho Peternelli, informou que o principal suspeito compareceu na Delegacia de Polícia de Camaquã para prestar depoimento, mas permaneceu calado. Peternelli informou que foram ouvidas mais de sete testemunhas pela polícia.

  • Município de Chuvisca reelegeu Joel Subda e Sandro Rocha

    O município de Chuvisca seguirá sendo administrado pelo prefeito Joel Subda do PSB e seu vice Sandro Rocha do PDT, pelos próximo quatro anos, após apuração das urnas a dupla comemorou junto com seus eleitores no centro da cidade.

    O prefeito se reelegeu com 60,90% dos votos, uma diferença de 763 votos de seu adversário Marco Felix, do MDB, que concorria com Márcio Niewinski, do PL.

    A dupla reeleita somou 2.132 votos contra 1.369 do candidato de oposição. Joel conquistou apoio popular divulgando seus investimentos no município no atual mandato, o que lhe rendeu os votos necessários para seguir à frente do Executivo municipal.

  • Promoção Poupe & Ganhe com o Sicredi tem mais de 100 associados contemplados

    A Promoção Poupe & Ganhe com o Sicredi, que iniciou dia 3 de fevereiro e segue até o mês de dezembro, é um sucesso entre os associados da Cooperativa de Crédito Sicredi Centro Leste RS. “Com o sorteio de hoje (28), passamos a marca de 100 associados contemplados, seja com televisores ou com cadernetas de poupança. Estamos muito felizes com os resultados e motivados para o sorteio final”, destaca o Diretor de Negócios, Fábio Silva.

    Na quarta-feira, dia 28 de outubro, foram sorteados 30 associados, dois por agência, dos municípios de Cachoeira do Sul, Pantano Grande, Encruzilhada do Sul, Butiá, São Jerônimo, Charqueadas, Barão do Triunfo, Mariana Pimentel, Sertão Santana, Cerro Grande do Sul, Tapes, Sentinela do Sul e Guaíba. “Cada um levou pra casa um televisor Smart de 40 polegadas e em dezembro ainda concorrem novamente, no último sorteio”, frisa o diretor.

    Realizados nas agências, os sorteios obedeceram à determinação do Decreto Estadual nº 55.310 com relação à capacidade de pessoas dentro dos estabelecimentos. O quinto e último sorteio está marcado para o dia 16 de dezembro, na Paróquia São José, em Cachoeira do Sul, tendo como prêmios três automóveis zero quilômetro, dois Fiat Mobi e uma Fiat Toro.

    Agência e Ganhadores:

    Cachoeira do Sul Empresas: Coop. Agrícola Mista General Osório Ltda e Coop. Tritícola Espumoso Ltda

    Cachoeira do Sul Pessoa Física: Fernanda Elesbão da Silva Garcia e Pedro Pereira Brião

    Cachoeira do Sul Agro: Franciele Stringuini Almansa e Luciano Ellwanger de Araujo

    Guaíba: Eloisa Lessa Gonçalves e Rosane Tapia Schonhofen

    Cerro Grande do Sul: Gilnei Knuth Rackow e Pedro Trescastro Munhoz

    Barão do Triunfo: Nilson Elismar Lopes de Souza e José Mário Kologeski Minto

    Mariana Pimentel: Everton Duarte Karpinski e Luis Carlos Silveira Michelsen

    Sertão Santana: Marta Rosani Bertodo e Zeisela Antonina Bolzan Woltmann

    Encruzilhada do Sul: Giovanni Carraro e Rosangela Maria Carvalho Castro Tatsch

    São Jerônimo: Antonio Carlos Trierweiler e Maria Odete Moreira Gonçalves

    Charqueadas: Adairto de Souza Vieira e Valter de Abreu

    Tapes: Lili Maria Richter e L M Boa Nova e Cia Ltda ME

    Sentinela do Sul: Lucas Kramm Rodel e Marco Antonio de Franceschi

    Pantano Grande: Waldomiro Silvino Schmidt e Rodolfo Sergio Meglin

    Butiá: Lauro José Tonin e Claudio de Souza Almeida

    Fonte e foto: Sicredi

  • FETAG-RS solicita que empresas fumageiras iniciem as compras

    A FETAG-RS, através dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, por solicitação dos produtores rurais, tem acompanhado com atenção o desenvolvimento das lavouras de tabaco no Estado, o que tornou possível diagnosticar que algumas regiões já iniciaram a colheita. Assim, a federação encaminhou ofício solicitando que as empresas iniciem as compras ainda em 2020.

    O pedido leva em consideração as dificuldades que os produtores ainda estão enfrentando devido aos problemas da última safra, sendo que parte deles estão descapitalizados e sentindo os efeitos da severa estiagem que assolou o Estado no início do ano, afetando a quantidade de produção e diminuindo a rentabilidade dos produtores.

    Desta forma agricultores necessitam de capital de giro para poderem se manter na atividade, realizar a manutenção da propriedade e preparar um novo plantio.

    Para o presidente da FETAG-RS, Carlos Joel da Silva, “o início das compras em 2020 é muito importante, pois daria fôlego aos produtores, evitando que alguns deixem a atividade. Necessitamos do olhar atento das empresas fumageiras, para que vejam o produtor como verdadeiro parceiro”, argumentou Joel.

    Joel também alerta para movimentação de atravessadores, identificada pela FETAG-RS, que já estão visitando as propriedades para comprar matéria prima dos produtores pagando valores inferiores aos praticados.

    Fonte: Fetag/RS

  • Afubra divulga números da safra de tabaco 2019/2020

    A Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) finalizou nesta sexta-feira, 09 de outubro, os números referentes à safra de tabaco 2019/2020. A produção, nos três Estados do Sul do Brasil, fechou em 633.021 toneladas, sendo 564.962 toneladas na variedade Virgínia, 58.912 no Burley e 9.147 na variedade Comum. Comparada com a safra 2018/2019, que finalizou com 664.355 toneladas, houve redução de 4,8% no Virgínia e 9,5% no Burley e aumento de 7,3% na variedade Comum.

    Já a produtividade teve queda apenas no Rio Grande do Sul, na variedade Virgínia, que, na safra 2018/2019 era de 2.244 kg/ha, na 2019/2020 caiu para 1.895 kg/ha (-15,6%). Também no estado gaúcho, na variedade Burley, houve aumento de 7,2%, passando de 1.971 kg/ha para 2.113 kg/ha. Os produtores catarinenses tiveram incremento de produtividade nas duas variedades: Virgínia, passando de 2.320 kg/ha para 2.456 kg/ha (5,9%), e no Burley, de 2.116 kg/ha para 2.146 kg/há (1,4%). No Paraná, também houve aumento: no Virgínia, de 2.194 kg/ha para 2.336 kg/ha (6,5%), e no Burley, de 2.167 kg/ha para 2.346 kg/há (8,3%).

    Com referência ao preço médio praticado na safra 2019/2020, o presidente da Afubra, Benício Albano Werner, destaca que foi um ano ruim para os fumicultores. “O reajuste nas tabelas das empresas fumageiras ficou entre 2 a 4%. Porém, na esteira, no momento da comercialização, numa média dos três Estados do Sul do Brasil, o preço praticado ficou em R$ 8,86 por quilo, ou seja, um aumento de apenas 0,34% em relação ao preço médio praticado na safra passada (R$ 8,83). Na variedade Virgínia, que responde por 564.962 toneladas, o preço médio ficou em R$ 8,98, um aumento de 0,64%, pois, na safra passada, o preço médio ficou em R$ 8,92 por quilo. Isso trouxe um prejuízo considerável aos fumicultores”.

    RANKING – O ranking dos municípios com maior produção de tabaco, nos três estados do Sul do Brasil, também sofreu mudanças na safra 2019/2020. “Por muitos anos, Venâncio Aires/RS foi o maior produtor; aí passou para Canguçu/RS. Nesta safra, o maior produtor é São João do Triunfo/PR, seguido por Canguçu, Itaiópolis/SC, Rio Azul/PR, Canoinhas/SC, Venâncio Aires, São Lourenço do Sul/RS, Ipiranga/PR, Santa Terezinha/SC e Prudentópolis/PR”, revela o presidente da Afubra, ao destacar a excelente produtividade dos fumicultores de São João do Triunfo, que alcançaram 2.347 kg/ha.

    GRANIZO – Todas as regiões produtoras de tabaco já foram atingidas pelo granizo. Desde o início da safra 2020/2021, até hoje, 09 de outubro, o Sistema Mutualista da Afubra já registrou 6.640 lavouras atingidas, contra 2.911 na safra passada, no mesmo período. Os números significam um aumento de 128%. De todas as 14 microrregiões, as mais afetadas são a de Ituporanga/SC com 1.375 lavouras, a matriz com 1.089 e Rio do Sul/SC, com 1.043 lavouras atingidas. “No início da safra atual, o número maior de lavouras atingidas deve-se à antecipação do plantio, em algumas regiões, pois o produtor quis escapar da previsão da estiagem a partir de dezembro. Porém, somente no Paraná as lavouras estão na finalização do plantio, devido à falta de chuvas”, esclarece Werner. Quanto aos prejuízos, o presidente afirma que ainda não é possível estimar valores. “Nossa equipe de campo está atendendo nossos associados, mas, já temos relatos de perdas totais, principalmente, essa semana, na microrregião de Ituporanga. Dependendo do estágio de desenvolvimento da planta, ainda há a possibilidade de recuperação e de conseguir uma boa safra. Porém, se já foi aplicado o antibrotante, aí, não se permite mais o manejo de formação de broto”.

    SAFRA 2020/2021 – A estimativa de produção para a safra 2020/2021 será realizada no fim do mês de outubro.

    Jorn. Luciana Jost Radtke/Foto: Arquivo/Afubra

  • Conheça um pouco do CTG Tapera Grande / Chuvisca

    Alumas fotos usada na matéria são de arquivo

    Para conhecer um pouco desta entidade tradicionalista que tem 4 anos de atividade, estivemos conversando com o Primeiro patrão Diego Tessmann Tuchtenhagen que nos relatou como surgiu o CTG Tapera Grande.

    Segundo Diego, a idéia de criar o CTG no município de Chuvisca, surgiu após a cavalgada realizada em Cerro Grande do Sul no ano de 2016, onde depois de alguns contratempos que aconteceram foi pensado em fundar um CTG novo, com novas idéias e que estivesse verdadeiramente correto.

    A oficialização do CTG

    Foi feito uma reunião logo depois da Semana Farroupilha de 2016 com as pessoas interessadas em fundar o novo CTG e então junto com o advogado Sérgio, foi discutido o estatuto, na segunda reunião foi aprovado este documento e foi no dia da fundação do CTG, em 4 de novembro, quando foi  feito uma reunião final com os membros e os fundadores para a discussão e aprovação do estatuto e dado início na papelada para oficializar o CTG.

    Diego destaca que foi um tramite burocrático muito grande desde a formação de ata, de cartório entre outras, hoje o CTG está registrado em cartório com tudo regularizado na Receita Federal com certidões e CNPJ e por último o alvará da prefeitura.

    Atividade Social do CTG

    Dentre as muitas atividades sociais a Cavalgada Solidária 2019 retrata bem o objetivo do CTG Tapera Grande

    “Quando pensamos em fundar o CTG, queríamos também algo que não fosse tradicionalista só na Semana Farroupilha, mais sim em caráter, e que trabalhasse junto com a comunidade, e foi pensando assim que buscamos trazer coisas boas para o município, como jantares beneficente, arrecadação de alimentos, brinquedos para ao Natal das crianças carentes aqui do município” explicou Diego. Destacando que o CTG realiza atividades durante o ano todo sendo que muitos são voltados a projetos sociais da cidade, como também as danças tradicionalistas que buscam integrar os jovens da cidade, e é por isso que se pensa na comunidade do município, claro este ano devido a pandemia as atividades ficaram um pouco restritas, contudo o CTG já realizou uma live beneficente este ano no mês de abril.

     

    Porque “Tapera Grande”

    Segundo Diego Tessmann Tuchtenhagen, o nome Tapera Grande foi sugerido por um sócio fundador do município o Sr. Silvio kornalewski, este foi o único nome sugerido para o CTG e não teve nem votação, aprovado na primeira. Porque na época da colonização de chuvisca os colonos passava muito pelo local de carroça e Chuvisca tinha uma figueira e uma tapera onde o pessoal parava para almoçar, jantar, passar a noite e segundo a história, o município era conhecida como tapera grande, era um paradouro dos viajantes que passavam pelo local”, destacou Tuchtenhagen.

    Ainda de acordo com Diego “não teve votação e todos concordaram com o nome que representa Chuvisca porque na própria bandeia está simbolizado uma tapera, uma figueira e o gaúcho tomando o seu chimarrão”, finalizou.

    Terreno

    A entidade que ainda não tem uma sede, pretende até o final desse ano adquirir um espaço e conseqüentemente montar seu galpão, e para o ano que vem ter seu espaço para realizar suas atividades.

  • Igreja Nossa Senhora de Lurdes recebe reforma

    Em conversa com o Tesoureiro da comunidade Sandro G. Dostatni, explicou que a obra teve inicio dia 7 de setembro, onde esta sendo trocado todo o antigo piso e colocado 185 m² de pocelanato, também esta sendo feito a correção de infiltrações na parede e pintura interna.

    A equipe contratada para a reforma é de Camaquã e vem mostrando muito cuidado e dedicação nesta importante reforma.

    Sandro adiantou ainda que a previsão de conclusão da obra esta prevista para ocorrer perto do dia 15 de outubro, e a missa de reinauguração prevista para dia 22 de outubro.

    A pintura externa ainda não será realizada este ano, mas assim que possível será feita, já os fies da comunidade já estão ansiosos para prestigiarem a missa no novo ambiente. O tesoureiro ainda destacou que a igreja Nossa Senhora de Lurdes já foi matriz na região, e que guarda muita história de fé, devoção e realizações.

  • GCN União dos Pagos mantendo a tradição

    Chuvisca – O Grupo Cultural Nativista União dos Pagos comandado pelo professor e coreógrafo Junior Almeida é bastante conhecido na região devido as várias apresentações realizadas e premiações recebidas em concursos de danças tradicionais e coreografias. O grupo conta atualmente com aproximadamente 80 alunos, estes são divididos nas categorias mirim, infanto juvenil e juvenil. O projeto é da secretaria de educação municipal que a anos mantem esta atividade disponível para os estudantes.

    Em virtude da pandemia do Coronavírus, desde março as aulas presenciais tiveram que ser suspensas cancelando assim os ensaios. Estamos na Semana Farroupilha, em anos anteriores os Centros de Tradições Gaúchas estariam lotados com uma vasta programação e dentre elas muitas apresentações de danças tradicionais estariam sendo realizadas e apreciadas por milhares de pessoas por todo o Estado.

    Por não poder haver estas aglomerações e também para manter seus alunos motivados desde o início da pandemia, Junior tem proposto aulas virtuais e neste tempo sem ensaios presenciais já passou algumas coreografias novas. Para não deixar passar em branco a Semana Farroupilha, Junior postou em seu perfil no Facebook um vídeo com uma coreografia ensaiada virtualmente com seus alunos mantendo a tradição do grupo que sempre encanta a todos quando sobe no tablado para se apresentar.

    A música intitulada “Somos União”, foi composta por Carlos Eugênio Costa da Silva e arranjos do Vale 4 Musical. “O quão alegres, acolhedores e acima de tudo fiel a suas origens são, me emociono por ver crescente de cada dançarino (desde o mais novo até o mais experiente). Vocês são exemplos de dedicação e vontade, sair de casa às 5/6 da manhã para ensaios/escola e só retornar à noite para casa, isto é comprometimento” escreveu.

    Junior finalizou dizendo ser privilegiado por fazer parte da trajetória do Grupo juntamente com os alunos. Cada aluno fez o vídeo em sua casa.

    Clique aqui para ver o vídeo: https://www.facebook.com/UniaoDosPagos/videos/627121277949640

     

  • Produtor deve estar atento aos prazos do ITR e CCIR

    O produtor precisa estar atento ao prazo de pagamento de dois impostos para o meio rural: o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR) e o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), antigo Incra. O alerta é da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra). De acordo com o segundo-secretário da Afubra, Adriano da Cunha, o mês de setembro já é conhecido no meio rural como o de regularização de impostos. “O ITR fica à disposição para pagamento na Receita Federal a partir de 17 agosto e se estende até o dia 30 de setembro. Os produtores rurais devem procurar seus Sindicatos ou Secretarias Municipais de Agricultura, dentro desse prazo, para efetuar o pagamento”, explica Adriano.

    Já o CCIR, mais conhecido no meio rural como Incra, também está disponível para regularização. “Até 2017, essa cobrança era a cada dois anos. A partir dessa data, passou a ser anual e a quitação pode ser feita pela internet, no site do Incra, ou, também, junto aos Sindicatos e Secretarias Municipais de Agricultura, também até o dia 30 de setembro. Após essa data, paga-se multa e juros”.

    Adriano da Cunha lembra que os impostos são necessários para a movimentação do imóvel rural. “No momento em que o produtor quiser realizar uma transferência ou encaminhar um crédito rural estes impostos precisam estar em dia. Se não estiverem, ele terá que regularizar a situação, com o pagamento de multa e juros”, alerta Adriano, enfatizando que, o recomendado é que o produtor regulariza a situação do seu imóvel rural a cada ano, dentro do prazo. “Sugerimos que o produtor aproveite a ida ao seu Sindicato ou Secretaria Municipal de Agricultura, dentro do prazo da metade de agosto até o fim de setembro e efetue o pagamento dos dois impostos”.

    Texto: Jorn. Luciana Jost Radtke

  • Convenção oficializou pré-candidatos de oposição em Chuvisca

    Na quarta-feira, dia 16 de setembro, em convenção realizada na Câmara de Vereadores, o Partido Liberal aprovou a coligação com o MDB. Os nomes de Marco Felix e Márcio Niewski foram aprovados para serem pré-candidatos a prefeito e vice. Os nomes de oposição concorrerão contra o atual prefeito Joel Subda PSB e Sandro Rocha PDT que tentarão a reeleição.

    A convenção foi realizada com todas as normas de saúde em vigor devido ao distanciamento social imposto pelo Coronavírus. Neste dia também foram apresentados os nomes dos pré-candidatos que estarão buscando se eleger para o legislativo.

    Foto: Facebook Rádio Ideal Fm

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios