Sertão Santana – O dia 16 de Outubro foi uma data muito especial para a igreja católica no município de Sertão Santana, principalmente para o Padre André que esteve completando seus 88 anos. Este ano a comemoração foi um tanto diferente sem muita aglomeração o que não tirou o brilho desta importante data. Para celebrar esta data tão especial foi realizado um missa com a presença de vários padres do vicariato, e a presença do Bispo Dom Adilson, ao meio dia foi realizado uma almoço no salão paroquial, em clima de confraternização, onde o que não faltou foram homenagens e o reconhecimento pelo carinho do Padre André para com sua comunidade.

André se mostrou muito feliz e emocionado com o reconhecimento e o carinho de todos e sente muito por não ser algo com uma maior participação da comunidade, mas acredita que em breve todos estarão novamente reunidos.

O Padre André Rybarczyk, sertanense hoje com 88 anos, nasceu em 16 de outubro de 1932, se ordenou em 03 de julho de 1960 com 27 anos.

Ordenou em 03 de julho de 1960 com 27 anos.

Em edições passadas conversamos com Padre André ele nos contou um pouquinho de sua vinda para o município de Sertão Santana. Quando o Mauriva Dalbém estudava no Seminário de Gravataí e dona Lucia foi levá-lo para o começo das aulas, e naquela época tinha Festa do Pirapó, realizada no primeiro Domingo de Março, como tinha falecido o Padre João que esteve atuando por oito anos, Lucia perguntou ao Padre André se ele não podia vir realizar as missas da festa, depois da liberação, o Padre André veio e começou a rezar as missas todos finais de semana, iniciando este trabalho semanal em 1969 atendendo somente aos finais de semana até 1988 e já no ano de 1989 o Pe. André veio definitivo para comunidade sertanense, foram vinte anos de idas e vindas, pois em Gravataí Pe. André Rybarczyk era professor e administrador do Colégio.

A diretoria pediu a Dom Vicente em uma visita Pastoral, que mandasse um Pároco a comunidade, a resposta foi negativa, então a diretoria sugeriu irmãs, e o pedido foi aprovado, em abril de 1970 chegou a paróquia a Irmã Hilária conhecida por muitos fiéis ficou praticamente até o final de sua vida nessa paróquia, irmã Ivoni que saiu da paróquia anos depois por ter assumido um cargo no governo geral da Congregação.

Em conversa com outros Padres da região, é raro e até mesmo difícil de um único padre permanecer em uma comunidade por tanto tempo assim, isso fortalece cada dia mais o carinho dos fiéis e comunidade em geral para com o pároco e o mesmo retribui com amor na palavra de Deus a cada ser humano.