Em sessão extraordinária de posse e de eleição para a mesa diretora, ocorrida na noite desta terça-feira, 05 de janeiro, a estreante como vereadora, Claudia Regina Pacheco Coutinho (MDB), foi eleita presidente para o mandato de um ano na Casa de Leis sulcerrograndense.

Claudia não havia sido empossada junto com os colegas na sessão promovida no primeiro dia do ano em função de que na ocasião estava cumprindo isolamento social por conta da Covid-19.

Confirmando o que vinha sendo cogitado no meio político local, o MDB que tem duas cadeiras no Legislativo compôs chapa com o PSL, partido do governo municipal e que tem três vereadores na câmara. Claudia encabeçou o grupo com o vereador Léo Koslowski (PSL) de vice, Dionatan Lietz (Dioninha) (PSL) como primeiro secretário e Elário Schultz (MDB) de segundo secretário.

A oposição também apresentou chapa com o nome do vereador Breno Garcia (PP) de presidente, Evaldo de Souza (PDT) de vice, Karen Eymael (PTB) como primeira secretária e Serginho Neumann (PT) de segundo secretário, porém não obteve os votos suficientes.

Em seu discurso como presidente Claudia agradeceu aos apoios e votos recebidos no pleito municipal e afirmou que pretende trabalhar alinhada ao Executivo em busca de melhorias para a sociedade destacando a valorização dos trabalhadores e a busca por oportunidades de trabalho. A técnica em enfermagem de formação concluiu dizendo que prima pela valorização da vida e da saúde das pessoas.

A comissão representativa que vaia atuar durante o recesso, até 15 de fevereiro, ficou composta pela mesa diretora e mais um membro escolhido em sessão, sendo este o vereador Serginho Neumann (PT). Já as comissões permanentes devem ser escolhidas na primeira sessão ordinária de 2021, conforme regimento interno do Legislativo municipal.