Conheça um pouco do trabalho da Associação Marianense de Amparo Animal

A Associação Marianense de Amparo Animal (AMAA), fundada em fevereiro de 2019 por Eliana Faedrich Casagrande é um associação de caráter assistencial que sobrevive de doações e por este motivo enfrenta dificuldades devido à alta demanda de animais que chegam até a entidade “pedindo” ajuda.

Eliana veio morar em Mariana Pimentel em 2008, após se formar em Técnica Agropecuária, logo após a sua chegada, notou que pelas ruas da cidade tinham muitos cães e gatos abandonados e muito debilitados, “Muitos estavam abixados, cachorras no cio, cachorros atropelados dentre outros problemas, e vendo esta situação, comecei sigilosamente cuidar destes animais, eu os resgatava, tratava, encaminhava para a castração e posteriormente os colocava para doação” explicou.

Eliana fazia este trabalho sozinha, mas segundo ela tinha muita dificuldade, pois salvava um animal (cão, gato), e aparecia mais 3 precisando de ajuda.

“Como eu não estava dando conta, convidei algumas pessoas pra fazer uma associação, expliquei como funcionaria e expus que queria fazer um projeto de castração, pois era a única forma de diminuir o abandono, maus tratos, animais presos, esta era a única maneira para ter este controle” completou.

Atualmente a associação assiste 41 cachorros, todos com idade avançada o que dificulta a adoção deles, além de gatos.

Eliana é presidente da associação e faz todo trabalho de amparar os animais, auxilia donos de pets, ajuda animais de rua que por ventura tenham sido atropelados/abandonados e realiza entrega de rações para os mesmos.

Doações

“Vivemos de doações, quem se sensibilizar pode fazer doações para a conta corrente da instituição Conta corrente da Associação (Banrisul: Agência 1086 – Conta 06.087120.0.9), também aceitamos doação de rações que podem ser deixadas no comércio local de Mariana Pimentel ou Sertão Santana” solicitou.

Antes da pandemia de covid-19, para arrecadar fundos para a entidade, era realizado a promoção de bingo e jantar baile, o montante arrecadado era utilizado para compra de ração para os cães e também para a castração.

Além desta maneira de contribuir com a associação, você pode fazer a doação de medicamentos, roupa velha (usado para fazer camas), e tampinhas de refrigerante, medicamento, material de limpeza (projeto tampinha legal).

Nota Fiscal Gaúcha

Você marianense também pode ajudar a (AMAA), através do programa Nota Fiscal Gaúcha, na hora de fazer o cadastro, na opção de defesa e proteção animal, indique a Associação Marianense de Amparo Animal. Esta indicação acarretará em benefícios através de repasses financeiros.

Para quem é de outro município, na hora do cadastro pode escolher a opção 5 e indicar a (AMAA).

Castração é a solução

Entendendo que a castração é a única maneira de diminuir o número de cães e gatos abandonados e mau tratados, Eliana vai doar uma casa para que a mesma seja reformada e transformada em uma clínica de castrações abaixo custo e para atendimentos de emergência, para que os veterinários da cidade possam atender. A clínica também atenderá os municípios vizinhos.

Eliana agradece o apoio de todos que ajudam de alguma forma a Associação e solicita que marianenses façam o cadastro no Nota Fiscal Gaúcha e indiquem a Amaa.

ÚLTIMAS

Decrab Camaquã recebe viatura do Governo do Estado

O governo do Estado fez a entrega, na tarde desta quarta-feira, 26 de janeiro, de viaturas para Brigada Militar, Instituto-Geral de Perícias (IGP) e...

GPM da Brigada Militar retorna à Cerro Grande do Sul

Cerca de 20 dias após o comando do 30º Batalhão de Polícia Militar ter comunicado que a sede administrativa do Grupamento de Polícia Militar...

Saiba o que fazer em caso de falta de luz ou dano a eletrodomésticos após temporais

As fortes chuvas e os dias de ventania registrados recentemente no Rio Grande do Sul não causam apenas mudanças na temperatura, mas podem também gerar transtornos como a falta...