Observando que os alunos não tinham o hábito da leitura de livros literários e buscando trazer isto para o cotidiano dos estudantes, entendendo que a leitura traz inúmeros benefícios para a vida, a professora de Língua Portuguesa Leni Sampaio Ribeiro, há cinco anos criou o projeto Café Literário na Escola Marechal Deodoro da Fonseca, localizada na Zona dos Pachecos.

Neste ano, o projeto contou com a parceria da professora de Língua Inglesa Kelem Vanessa Gomes Vencato e a professora de Artes Jessica Azambuja Abreu Garcia além de todo corpo de funcionários da escola.

De acordo com Leni, as atividades tiveram início no mês de março e através de um cronograma foram realizados todas as tarefas. Para as turmas do 7º, 8º e 9º ano, a atividade proposta foi um seminário literário onde os alunos fizeram duplas e escolheram um livro para apresentar. Já os estudantes do 5º e 6º ano tiveram como tarefa escolher uma poesia e declamar e para os alunos de pré-escola até 4 anos foi trabalhando com livros infantis e músicas. Todos os trabalhos foram avaliados e os 3 melhores de cada categoria receberam premiações e estiveram se apresentando no Café Literário realizado na quarta-feira (06), no Salão Paroquial da Igreja Santa Terezinha.

Além da comunidade escolar da escola Marechal, estiveram presentes no Café Literário escolas de Barão do Triunfo, Cerro Grande do Sul e São Jerônimo. Além das apresentações dos melhores do seminário literário e das declamações, também teve apresentações artísticas e musicais. “A leitura de textos literários estimula a imaginação, a organização de ideias na mente”, destacou Leni.