Estado destina mais de R$ 39 milhões para melhorar acessos em áreas rurais

O modal rodoviário é o principal a ser utilizado para escoamento da produção agropecuária no Brasil: segundo a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), 85% dos grãos produzidos no país são transportados por rodovias. Por isso, melhorar os acessos das propriedades rurais dos municípios do Rio Grande do Sul é o principal objetivo do eixo estratégico de escoamento da produção do Avançar na Agropecuária e no Desenvolvimento Rural.

Operacionalizado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), o Avançar vai destinar R$ 39,15 milhões ao Programa Estadual de Comandos Mecanizados de Apoio à Agricultura, para a aquisição de 15 conjuntos de máquinas, compostos por escavadeiras hidráulicas, rolos compactadores, motoniveladoras, retroescavadeiras e caminhões basculantes, além de três caminhões prancha. Cada conjunto poderá atender a um município pelo período de 30 dias, prorrogável por igual período, em caráter excepcional.

“Os acessos locais, da porteira da propriedade até as estradas vicinais e rodovias, são um grande gargalo nos municípios do Estado. A aquisição de máquinas é algo muito oneroso para pequenas prefeituras”, detalha o secretário adjunto da Agricultura, Luiz Fernando Rodriguez Júnior. O cronograma de atendimento estima que cada conjunto de máquinas e equipamentos possa ser enviado para até dez municípios em um ano, totalizando 150 beneficiados.

A melhoria dos acessos em áreas rurais não terá impacto apenas no escoamento da produção agropecuária local. “As famílias que residem nestas comunidades poderão acessar mais facilmente os serviços públicos de educação e saúde”, destaca a secretária da Agricultura, Silvana Covatti. A projeção é de que, com 150 municípios contemplados, 45 mil cidadãos sejam atendidos anualmente.

A Seapdr arcará com as despesas de transporte para entrega das máquinas e equipamentos, diárias dos servidores responsáveis pelo transporte e custos da fiscalização dos trabalhos. As prefeituras deverão indicar servidores públicos habilitados tecnicamente para operar as máquinas, além de devolver os equipamentos revisados e prontos para uso em outra localidade.

Fonte: Seapdr

 

Cicero Omar da Silva
Chefe de Redação e Departamento de Vendas Portal ClicR e jornal Regional Cel/Whats: 51 99668.4901

ÚLTIMAS

Operação policial prende quatro pessoas em Tapes

Durante esta sexta-feira, 21 de janeiro, policiais civis e militares desencadearam em Tapes a operação Sicarius, visando combater os crimes de homicídio e tráfico...

Edital de Convocação – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE Sertão Santana / Rua Ricardo Lawrenz, 235 CNPJ: nº 01729.815/0001-79 - Fone: (51) 3495-1221   Edital de Convocação A Associação...

Boletim aponta mais uma semana de calor intenso no RS

Nos próximos sete dias, o calor seguirá intenso no Rio Grande do Sul, de acordo com o Boletim Integrado Agrometeorológico 03/2022, elaborado pela Secretaria...