O Grêmio volta pra casa do Paraguai com a obrigação de vencer o Independiente del Valle na segunda partida se quiser permanecer vivo na Libertadores 2021.

Depois de um início de partida perfeito com um gol de Diego Souza logo aos oito minutos a história começou a se desenhar bem para o time de Porto Alegre, na noite desta sexta-feira (09/04) no estádio Defensores del Chaco, em Assunção. Todavia o time do Equador se mostrou muito organizado em campo e não se abateu com o gol sofrido, passando a pressionar o tricolor gaúcho e com jogadas bem construídas virou o placar no segundo tempo, saindo com a vitória de 2 a 1.

O Grêmio chegou a marcar o segundo gol no final da primeira etapa de jogo numa conclusão de Ferreirinha, porém a “bandeirinha” apontou impedimento e invalidou o lance. Na volta para o segundo tempo e ao final da partida os jogadores e dirigentes gremistas reclamaram muito depois que a TV mostrou que o gol havia sido mal anulado.

O algoz dos gremistas foi o atacante Faravelli que empurrou a bola duas vezes para o fundo das redes do goleiro Breno. O primeiro gol dele saiu numa batida cruzada depois de uma jogada de passes rápidos que envolveu a zaga gremista.

A segunda vez que marcou foi de pênalti cometido por Ruan em cima do atacante Montenegro, depois de outra falha da defesa do Grêmio. O lance ainda rendeu a expulsão do zagueiro tricolor pelo segundo amarelo.

A partida de volta, na Arena, está marcada para às 19h15 da próxima quarta-feira (14/04). Uma vitória de 1 a 0 ou com dois de diferença garante o Grêmio na próxima fase. Já o Del Valle depende só de um empate.

Quem passar entra no grupo que tem Palmeiras, Defensa y Justicia, da Argentina, e Universitário, do Peru.

Veja os grupos:

Imagem: Agência Brasil