O ciclone que atingiu parte do Rio Grande do Sul na madrugada desta quarta-feira, 01 de julho, deixou estragos pela região.

Só na região da agência da CEEE de Tapes, que atende também (integralmente ou em partes) os municípios de Arambaré, Barão do Triunfo, Barra do Ribeiro, Camaquã, Cerro Grande do Sul, São Jerônimo, Sentinela do Sul e Sertão Santana, estima-se que cerca de 7 mil usuários estejam sem energia elétrica nesta manhã. Ao todo na região de Camaquã devem estar 15 mil pontos sem energia.

Pelas redes sociais muitas pessoas relatam os efeitos do vendaval e da apreensão que passaram durante a noite. Ainda por volta das 4 horas da madrugada foi possível acompanhar diálogos em grupos de WhatsApp de pessoas que não conseguiram dormir preocupadas com o temporal.

Em Cerro Grande do Sul uma servidora pública da UBS relatou que precisou fazer um desvio para chegar ao trabalho, pois a queda de uma árvore bloqueou a estrada por onde passava diariamente.

Em Passo da Venda, interior de Sentinela do Sul o trânsito também estava interrompido no início da manhã com um imenso eucalipto que caiu e atravessou a via.

Na BR-116, próximo a Camaquã, o Corpo de Bombeiros precisou ser acionado por volta das 3 horas, para remover uma árvore que caiu sobre o asfalto.