842 novos soldados foram incluídos pela Brigada Militar no início do mês de abril e iniciaram a formação através do curso básico de soldados, o qual está sendo realizado nas cidades de Porto Alegre, Montenegro, Santa Maria, Osório, Rio Pardo e Santa Rosa.

Devido a pandemia, muitas mudanças foram feitas para preservar a segurança dos alunos e seus coordenadores. Como é o caso dos alojamentos de pernoite para alunos, com exceção para aqueles que vieram de diferentes Estados. No entanto, mesmo com os desafios enfrentados durante a pandemia, centenas de pessoas seguiram com seu desejo de se tornarem Policiais Militares. Como é o caso da Aluna-Soldado Almeida, a qual conta que teve seu primeiro contato com a Brigada Militar durante o curso de graduação de psicologia, no qual foi voluntária em alguns projetos. Hoje, realizando o curso de formação de soldado, se diz muito realizada por fazer parte da corporação

Por trás destes 842 novos militares estaduais, há muitas histórias de superação, dedicação e força. A Aluna-Soldado Vieira conta que há 6 anos decidiu trocar de Estado para estudar, na qual teve a oportunidade de se formar em enfermagem e,  recentemente, atuar em uma unidade de terapia intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19. Em 2017 realizou o concurso para soldado da BM e em 2021 foi convocada para apresentação da documentação para a Sindicância da Vida Pregressa. Durante este período, sua mãe foi hospitalizada, em decorrência da Covid-19 e, no dia de sua apresentação na instituição, veio a falecer. Hoje utiliza o nome de guerra Vieira, da sua mãe, como forma de homenageá-la. “Encontrei na escola de soldados uma família, a qual contribuiu imensamente no meu processo de luto e me sinto muito orgulhosa por fazer parte desta instituição” relata a Aluna-Soldado Vieira.

Há algumas pessoas que encontram o desejo de atuar como policial militar desde cedo, assim como a Aluna-Soldado Andreguetti, ex-aluna da escola Tiradentes. Escolheu realizar a graduação de bacharel em direito e durante a faculdade realizou o concurso para soldado da BM. “Sempre tive afinidade com a Brigada Militar e admiração pela carreira. Hoje tenho a possibilidade de contribuir para a sociedade em uma instituição na qual tenho muito orgulho de fazer parte” conta a Aluna-Soldado Andreguetti. Já o Aluno-Soldado Roberval conta que, depois de atuar nas Exército Brasileiro, no Paraná, teve seu primeiro contato com a área de segurança pública. Tal atividade aflorou ainda mais o interesse em trabalhar na área de segurança e levar proteção a comunidade. Hoje integra o curso básico para formação de soldados da Brigada Militar.

Muitas histórias para serem contadas e vividas durante o curso de formação de soldados. Não será uma jornada fácil, mas será uma etapa enriquecedora para muitos.  Em breve, estes alunos-soldados somarão esforços juntos a todo o efetivo da instituição para cumprir sua missão de “proteger a sociedade, contribuindo para  a qualidade de vida e desenvolvimento no Rio Grande do Sul”.