“Dar um caráter sindical a esta entidade e defender os interesses dos gestores municipais que são os interesses das comunidades”.

Foi com este mote que o prefeito de Palmeira das Missões, Eduardo Russomano Freire, do PDT, foi empossado presidente da Famurs para a gestão 2019/2020. A solenidade ocorreu nesta sexta-feira, 05 de julho, durante o segundo dia do 39º Congresso de Municípios do Rio Grande do Sul que acontece em Bento Gonçalves.

A diretoria é composta ainda pelos vice-presidentes Cleiton Bonadiman, prefeito de Seberi, Emanuel Hassen de Jesus, prefeito de Taquari, Fábia de Almeida Richter, prefeita de Cristal, Guilherme Rech Pasin, prefeito de Bento Gonçalves, Marcelo Arruda, prefeito de Barra do Rio Azul, Ronaldo Boniatti, prefeito de Nova Pádua e Vilmor Carbonera, prefeito de Vila Flores.

O novo cargo já exigirá disposição do presidente que na próxima semana já tem agenda com a convocação da CNM para uma grande mobilização em Brasília pra articulação da inclusão dos municípios na reforma da previdência.

“Essa é uma pauta urgente. Precisamos estar com o maior número de prefeitos possível no Distrito Federal. Não só do Rio Grande do Sul, mas de todo o país. É inadmissível que estados e municípios fiquem fora da reforma”, considerou Freire.

Em seu discurso de posse Freire levantou a plateia quando se referiu a pauta dos municípios sem acesso asfálticos, bandeira que prometeu defender em sua gestão.

“Precisamos formar uma comissão com a participação efetiva de todos os prefeitos dos 67 municípios que não possuem acesso asfáltico para buscarmos essa melhoria. Existe uma luz no fim do túnel. Temos a proposição de uma emenda de bancada para os próximos quatro anos aportando cerca de 100 milhões por ano para este fim. Também temos um projeto tramitando na Assembleia Legislativa do RS que parte dos recursos das privatizações tenham que ser destinados para os acessos. Então a gente vai fazer essa organização e articular as mobilizações”, declarou.