Mãe, amigos e familiares lutam para levar Vitinho de volta pra casa

Victor Oprach Storck, carinhosamente chamado de “Vitinho” é um menino de 5 anos, que apesar de ainda ser criança é um verdadeiro guerreiro. Morador da localidade de Santo Estevão, interior do município de Sertão Santana, ele tem um histórico de saúde muito complicado.

Segundo sua mãe Mariana Kubiaki Oprach, Vitinho nasceu de um pré parto apresentando paralisia cerebral, necessitando usar sonda até os 10 meses de vida. Mesmo com os problemas graves neurológicos, a mãe contou que ele superou muitas dificuldades, vindo até dar passos no andador.
No ano passado, no mês de agosto, ele foi internado por não pegar peso suficiente, mas teve o problema resolvido. Já no dia 07 de outubro, ele foi novamente internado, desta vez por crise de asma, só o que o pior ainda estava por vir. Vitinho acabou pegando uma pneumonia grave, e a equipe médica custou para achar o antibiótico ideal para seu organismo. Conforme a Mariana, o menino estava melhorando quando novamente pegou outra grave pneumonia, mas com o tempo foi aos poucos melhorando. A mãe explica que nunca perdeu as esperanças de levá-lo para casa, contudo ao fazer exame de urina constatou a presença de uma bactéria. “Lá se foi meu anjinho para o isolamento”, lembrou a mãe. Em novembro, Victor acabou tendo febre e ao realizarem exames foi diagnosticado com Adenovirus, um vírus muito forte para crianças com problemas neurológicos, como o Vitinho.

“Nesse dia em que ele pegou este forte vírus, o médico chegou para mim e disse, com todos os problemas que o Victor tinha, ele poderia vir a óbito a qualquer momento, neste momento meu mundo desabou, então sozinha tive que tomar uma importante decisão, deixar do jeito que ele estava para continuar o tratamento dele, ou intubá-lo, contudo intubar não iria trazer meu filho de volta então optei por continuar o tratamento mesmo tendo ele poucas chances de se recuperar, e a melhora aconteceu, ele optou pelo caminho da recuperação e hoje posso dizer que o Victor está bem melhor, em vista de antes”, explicou Mariana.
Familiares e amigos estão buscando através de campanhas de doação a montagem de um quarto hospitalar adaptado com banheiro, cama hospitalar e oxigênio, só que tudo isso tem um custo alto.
“Só a sonda que o Vitinho vai colocar custa quase R$2 mil reais, preciso ter um dinheiro para comprar outra, como é a primeira. A cadeira vai vir da Suíça, um casal que era daqui está trazendo, de doação de lá, aí vou adaptar ela, a máscara de exercícios respiratórios também tenho fé que vamos conseguir”, disse a esperançosa mãe. Para ajudar angariar recursos foi realizado um bazar beneficente, na praça de Sertão Santana, além de ser feita uma rifa, que vai ser sorteada, no segundo bazar beneficente, que irá ocorrer dia 2 de fevereiro, também na Praça central de Sertão Santana.

Como ajudar – Toda ajuda é muito bem vinda, você pode ajudar o Vitinho participando do Bazar, ou ainda doando qualquer valor em dinheiro, que pode ser depositado na conta do Banco do Brasil – Agencia 4401-6 Conta Poupança: 9.144-8 Mariana Kubiaki Oprach. Mais informações podem ser obtidas pelo fone: 997-463-536.

Agradecimento – A mãe Mariana que não mede esforços, pois além de guerreira é um grande exemplo, agradece de coração todas as pessoas e empresas que estão ajudando. “Não tenho palavras para expressar tamanha gratidão por tudo que está sendo feito em prol do Vitinho”.