Os efeitos da pandemia, que vão além dos infectados e irrecuperáveis perdas humanas, mas também com suas restrições e impedimentos, tem tirado o sono de muitas pessoas, sobretudo comerciantes que não conseguem trabalhar e são atingidos por uma crise financeira também trazida pelo coronavírus. Isso tudo divide opiniões e eleva o nível de stress gerando consequências ainda piores.

Na tarde desta quinta-feira, 04 de março, fiscais do município de Camaquã, que estão trabalhando na linha de frente da Covid19, orientando a população das restrições da bandeira preta, foram até uma loja de roupas no centro da cidade que estava aberta e funcionando normalmente e orientaram sobre a necessidade do respeito ao decreto Estadual que determinou as restrições a serem respeitadas para salvaguarda de todos, sendo que não foram ouvidos por ela, embora tenham sido inúmeras as tentativas.

Diante disso, foi lavrado o auto de infração e ao entregar a essa mulher, dona da loja, ela jogou fora na frente dos fiscais e ato contínuo investiu fisicamente contra um deles não obtendo êxito no intento de o lesionar, momento em que cuspiu no fiscal. O fato foi registrado por populares que estavam no local e um vídeo que circulou pelas redes sociais.

A mulher responderá criminalmente pelas infrações penais cometidas.