Embora os números da Covid-19 não tenham recuado e por isso a manutenção da bandeira preta do Distanciamento Controlado em todo o Rio Grande do Sul ainda na próxima semana, o governador Eduardo Leite adotará novas medidas em relação ao funcionamento do comércio, a partir da segunda-feira, 22 de março.

O governador se manifestou em diversas oportunidades sobre o assunto ontem (16), devido a grande pressão que tem sofrido de representantes do setor comercial que sofre com a impossibilidade de abrir as portas e garantir o retorno econômico.

Dentre as principais mudanças adotadas pelo Estado está a volta da cogestão com um novo planejamento que se adequa ao cenário atual e flexibiliza as atividades ao mesmo tempo reforça a necessidade de fiscalização.

Neste sentido os gestores municipais poderão considerar as realidades locais e inclusive permitir o funcionamento do comércio não essencial, desde que observadas as normas estaduais e cumpridos os protocolos de fiscalização que deverão ser mais exigentes.

A reabertura do comércio não essencial, a partir da próxima semana, poderá ocorrer de 2ª a 6ª feira, até às 20h (entrada até às 19h). Restaurantes, bares e lanchonetes poderão atuar sem restrição de dias, até às 17h (entrada até 16h) e hotéis e alojamentos com lotação máxima de 50% (com Selo Turismo Responsável) e 30% (sem Selo Turismo Responsável). O governador também anunciou novas medidas econômicas, com linhas de crédito nos bancos BRDE, Badesul e Banrisul. A restrição de atividades todos os dias entre 20h e 5h está mantida até 30 de março.