A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) de Camaquã, deflagrou a 2ª fase da “OPERAÇÃO MAHINDRA”, quando conseguiu recuperar um trator marca Mahindra, modelo 8000, ano 2017, furtado mediante fraude na cidade de Candelária, em 7 de abril deste ano.

As investigações avançaram depois que em 25 de junho próximo passado a Decrab Camaquã recuperou outro trator Mahindra, modelo 8000, ano 2014, na cidade de Nova Bassano, que havia sido furtado na cidade de Sertão Santana. A operação foi divulgada nas redes sociais então chegara para a Decrab Camaquã denúncias referentes a um segundo trator existente na mesma localidade, que também seria objeto de furto.

No depoimento prestado pelo vendedor/receptador da cidade de Cotiporã, este forneceu uma nota de Talão de Produtor como prova da origem, porém era de um trator de ano diferente ao que fora apreendido no dia 25 de junho. Identificado o dono do Talão de Produtor, foi constatado que o mesmo havia efetuado registro de ocorrência em que fora vítima de furto mediante fraude, fato ocorrido na cidade de Candelária.

A ocorrência de Candelária foi avocada pela Decrab Camaquã que assumiu o Inquérito Policial, chegando a confirmação que o vendedor/receptador de Cotiporã também vendeu este outro trator furtado, para um produtor rural no interior de Nova Bassano.

Os agentes da Decrab Camaquã foram até a referida propriedade rural e constataram que a numeração de chassi e motor correspondiam a do trator furtado em Candelária. O trator foi apreendido e restituído ao seu legítimo proprietário. O produtor rural que estava em poder do referido trator em depoimento, confirmou ter adquirido o trator deste vendedor/receptador de Cotiporã.