Eduardo Leite diz que abre mão de subsídio pago a ex-governador

Nas redes sociais o pré-candidato tucano disse estar sofrendo ataques

O ex-governador do RS, Eduardo Leite anunciou nesta segunda-feira (20) que está abrindo mão de receber o subsídio de cerca de R$ 39,9 mil que teria direito. Ele usou as redes sociais para falar sobre o assunto, onde em um vídeo afirmou que se trata de um ataque político e que nada é ilegal.

Leite explicou que não se trata de um pedido seu nem de pensão ou aposentadoria vitalícia como chegou a ser divulgado. Detalhou que a lei que vigorava no início de seu mandato previa que o ex-governador teria quatro anos de subsídio após o mandato ou proporcionalmente ao tempo de exercício do cargo. A lei foi revogada em agosto de 2021 e ele, por ter renunciado ao mandato, ficou com o direito de receber 65% do valor do subsídio até a revogação da lei.

“Mesmo que seja legal, transparente e dentro das regras éticas e morais que sempre me conduziram na vida pública, estou abrindo mão da remuneração a que tenho direito como ex-governador. Não darei espaço para mentiras. O foco é o RS que queremos” publicou o ex-governador.

Os deputados do partido NOVO que ingressou com a ação contra o pagamento do subsídio comemoraram a decisão e seguem afirmando que o ex-governador não poderia receber o benefício, pois a lei que o previa foi revogada muito antes da sua renúncia.

Os parlamentares ainda sustentam que Leite deve devolver para o Estado os valores recebidos ilegalmente. “Eduardo Leite desistiu de receber porque sabe que a pensão, além de imoral, é claramente ilegal e que perderia na Justiça. A desistência somente reforça nossos argumentos, que não são uma mera ‘fake news’, como afirmou o ex-governador tucano”, pontuaram os deputados Fábio Ostermann e Giuseppe Riesgo.

POLÍCIA

Homem é preso por porte ilegal de arma em Cerro Grande do Sul

Um homem foi preso na tarde desta terça-feira (28) em Cerro Grande do Sul. A ação foi realizada pela Polícia Civil durante cumprimento a...

Vigilante é preso por tentativa de homicídio contra pedestre em Tapes

Na última segunda-feira (27), os Policiais Civis de Tapes efetuaram a prisão de um vigilante investigado por tentativa de homicídio. O crime aconteceu na...

Polícia Civil abre inquérito para apurar assalto a taxista em Camaquã

A Polícia Civil de Camaquã instaurou um inquérito para apurar o assalto ocorrido em Camaquã na manhã de ontem (26). Na ocasião, um taxista...