O chamado “golpe dos nudes” que está se tornando cada vez mais comum entre os usuários de redes sociais da internet teve mais um registro na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Camaquã esta semana.

A vítima que fez o registro contou à polícia que recebeu imagens de nudes (fotos de pessoa nua) via Messenger, de uma menina e que após alguns minutos recebeu novas mensagens pelo mesmo perfil, mas de outra pessoa que se identificava como mãe da menina, que passou a lhe extorquir exigindo a quantia de R$ 500,00 para não lhe denunciar pelo crime de pedofilia.

A suposta mulher alegava que a menina era menor de idade, de apenas 14 anos. Ela ainda forneceu o número de uma conta bancária na Caixa Econômica Federal para que a vítima efetuasse o depósito. Contudo a pessoa ameaçada não depositou nenhum valor e procurou a polícia pra registrar o caso.

Só em Camaquã já são diversos casos registrados deste tipo de golpe. Em agosto deste ano um homem chegou a perder R$ 18 mil após ser extorquido por uma estelionatária.