Com um time formado majoritariamente pelos garotos do grupo de Transição e alguns jovens da equipe principal, o Grêmio empatou com o La Equidad em Ambato, no Equador e confirmou a melhor campanha da fase de grupos da Conmebol Sul-Americana. Em um jogo com duas expulsões do adversário e pênalti perdido por Guilherme Azevedo, o Tricolor criou boas chances, mas não conseguiu converter em gols. Agora o Grêmio aguarda o adversário nas oitavas de final, que sairá em sorteio envolvendo os oito classificados da fase de grupos e os oito terceiros colocados da Libertadores.

O jogo começou com os dois times mostrando atitude. Primeiro a Equidad chegou ao ataque e, ainda antes dos três minutos, o Grêmio chegou à frente em cruzamento de Vini Paulista. Com sete minutos, o Grêmio havia chegado mais outras duas vezes ao ataque, porém sem levar perigo. Depois dos dez minutos, a Equidad assumiu o controle da partida e chegou algumas vezes à frente. Aos 19 minutos o Grêmio teve sua melhor chance, até então, com Guilherme Azevedo. O atacante invadiu a área pela direita e concluiu forte. A bola raspou a trave direita do goleiro Roman.

Com apenas três jogadores no banco, Thiago Gomes precisou fazer uma troca logo aos 30 minutos. O atacante Elias Manoel sentiu o tornozelo após uma dividida e precisou ser substituído por Rildo. Três minutos depois, Omar Duarte cobrou falta frontal e obrigou Gabriel Chapecó a fazer grande defesa, para escanteio. A resposta tricolor foi imediata, em chance clara desperdiçada com Rildo. Depois de um erro do goleiro Roman, Vini Paulista roubou a bola pela esquerda e serviu Rildo que, com pouco ângulo, concluiu para a linha de fundo. Grande chance de gol. Ainda houve uma falta para o Tricolor aos 46 minutos, que o goleiro adversário defendeu sem problemas. A Equidad devolveu em outra falta, dessa vez com perigo. Gabriel Chapecó precisou se esticar para fazer a defesa e colocar para escanteio. O primeiro tempo terminou com o placar zerado.

O segundo tempo começou com boas chegadas do Grêmio. Quando o relógio anotava cinco minutos, Bitello cobrou falta da meia direita e Varela entrou pela esquerda. O lateral concluiu de chapa, mas à linha de fundo. Aos sete minutos, Omar Duarte fez falta forte em cima do lateral-direito Sarará e recebeu o cartão vermelho, deixando a Equidad com um homem a menos. Aos 13, Mantillo invadiu a área pela direita e chutou cruzado, para defesa segura de Chapecó.

Desperdiçou. Aos 15 minutos o Grêmio teve um pênalti a seu favor. Após roubar uma bola no meio de campo, o atacante Rildo progrediu pela direita, livrou um marcador e, ao cortar para a esquerda, foi derrubado pelo segundo. Pênalti claro, que Guilherme Azevedo bateu de perna esquerda, no canto direito de Roman, que saltou para defender. Aos 24, a Equidad chegou com força pela direita, mas Mantillo não alcançou a bola cruzada.

Aos 32 minutos, Vini Paulista invadiu a área pela esquerda e serviu Rildo, que concluiu travado pela defesa. Quatro minutos depois, aos 36, mais um jogador da Equidad foi expulso. O lateral-esquerdo Correa agrediu Guilherme Azevedo enquanto o atacante atacava pela direita e tomou o vermelho direto. Nos minutos finais, a equipe buscou o gol em uma tímida pressão, em busca do gol da vitória, porém não levou perigo ao goleiro da Equidad. A partida terminou com 49 minutos. Placar final, 0 a 0.

Fonte: Grêmio FBPA