O Instagram anunciou, na quarta-feira (10), que está testando um novo recurso para ajudar os usuários a diminuir o tempo gasto no aplicativo, disponível para celulares Android e iPhone (iOS). Batizada de “Take a Break” (“Faça uma Pausa”, em português), a função exibe lembretes quando as pessoas estão passando muito tempo na plataforma, incentivando-as a deixar a rede social e buscar outras atividades.

O anúncio da novidade foi feito pelo CEO do Instagram, Adam Mosseri, em uma publicação no Twitter. No post, ele afirma que o recurso “parte de um esforço mais amplo para tentar dar às pessoas mais controle sobre sua experiência no Instagram”, incentivando a realização de intervalos regulares durante a utilização do app. Os testes começam nesta semana em contas selecionadas, mas a expectativa é que o recurso seja liberado para todos no mês de dezembro.

O novo recurso permitirá que o usuário determine quando deverá ser lembrado de fazer intervalos, sendo possível definir períodos de 10, 20 ou 30 minutos de utilização contínua do app. A tela de lembrete também dará sugestões de atividades para realizar durante a pausa, como praticar exercícios de respiração, escrever pensamentos, ouvir suas músicas favoritas ou exercer alguma tarefa.

O alerta será exibido no feed do usuário, em uma janela que ocupa meia tela. No entanto, caso o indivíduo decline da notificação, poderá seguir utilizando a rede social normalmente. Segundo o CEO da rede social, o Instagram está aberto a receber feedbacks sobre a funcionalidade e o design do novo recurso, que pode mudar até ser implementado de forma definitiva.

Um porta-voz do Instagram relatou ao site The Verge que será necessário ativar o recurso manualmente para que o app comece a emitir os lembretes. No entanto, a plataforma enviará notificações incentivando que as pessoas ativem os alertas, especialmente os usuários adolescentes.

A nova função está sendo lançada meses após uma pesquisa interna do Facebook (agora Meta) revelar que o instagram pode causar graves danos à saúde mental de adolescentes. Segundo reportagem do Wall Street Journal, os jovens entrevistados revelaram estar “viciados” na rede social. Eles disseram que até desejavam olhar o app com menos frequência, mas não tinham autocontrole suficiente.

Além disso, o aplicativo também seria o responsável pelo aumento da taxa de ansiedade e depressão entre a comunidade jovem participante do estudo. Em 2019, o Instagram desenvolveu uma função para que usuários com ansiedade recebem ajuda.

O Instagram vem tentando alertar os usuários sobre o tempo de uso da ferramenta. Em 2018, começou a exibir alertas de que o indivíduo já tinha visto todos os post do seu feed nos últimos dias. O aplicativo também permite que o usuário controle o limite de tempo de uso do app por meio das configurações, definindo um limite diário de uso.

Fonte: TechTudo