Yuri entra, marca, recebe cartão vermelho e mesmo assim é o melhor do Inter

O time gaúcho teve posse de bola de mais de 70% no primeiro tempo, mas só tirou o zero do placar na etapa final em um dos jogos que fecharam as disputas da quinta e penúltima rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América na noite desta quinta-feira (20), o Internacional conquistou uma importante vitória para ficar cada vez mais perto da classificação no Grupo B, uma das chaves mais equilibradas da competição. Fora de casa, o time gaúcho visitou e venceu o Olímpia-PAR, pelo placar de 1 a 0, em pleno Estádio Manuel Ferreira, em Assunção, no Paraguai. O único gol do jogo foi marcado por Yuri Alberto, já no segundo tempo.

Yuri Alberto
Até entrar em campo, aos 12 minutos do segundo tempo, pouca coisa tinha acontecido na partida. Ele mexeu com a equipe, criou chances e fez o gol quando o Inter já tinha um a mais. Mas recebeu dois cartões amarelos, foi expulso e quase deixou o time na mão, mesmo assim o Internacional conseguiu segurar a vitória por 1 a 0.

Atacante recebe primeiro cartão ao comemorar o gol tirando a camisa do clube. Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Com o resultado, o Internacional chegou aos nove pontos e divide a liderança do Grupo B com o Deportivo Táchira-VEN, mas fica na frente no saldo de gols (7 contra 1). Já o Olímpia é quarto colocado com seis. Mas, nesta chave todos os quatro integrantes chegam com chances matemáticas de avançarem nesta última rodada. O time gaúcho é o que vive a situação mais tranquila, já que apesar de fazer um confronto direto, tem bom saldo de gols, que é o primeiro critério de desempate.
Na sexta e última rodada da fase de grupos, o Internacional jogará por um empate diante do Always Ready-BOL, na próxima quarta-feira (26), às 19h, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Situação diferente do Olímpia-PAR que terá que vencer o Deportivo Táchira-VEN, em casa, no Estádio Manuel Ferreira e ainda tirar a diferença entre as equipes no saldo de gols.