Com uma postura de quem pretende conquistar o campeonato brasileiro o Inter iniciou o jogo avassalador contra o Vasco neste domingo (14) e já aos nove minutos, quando já tinha concluído para o gol três vezes, abriu o placar numa cabeçada de Rodrigo Dourado que aproveitou a cobrança de falta do lateral Moisés.

O gol chegou a ser contestado pelos vascaínos alegando impedimento do volante colorado, porém o bandeira não sinalizou a irregularidade sugerida e o juiz também sinalizou o gol. Ao consultar o VAR, a equipe técnica informou que as linhas tecnológicas estavam “descalibradas” e não haveria como identificar o lance, por isso prevaleceu a decisão de campo.

O primeiro tempo seguiu com domínio do Inter que sequer foi ameaçado pelo Vasco, tanto que o goleiro Lomba não fez nenhuma defesa nos primeiros 45 minutos, todavia o Inter também não chegou mais com tanta força ao ataque.

Já na segunda etapa o time gaúcho recuou suas linhas e adotou uma postura mais defensiva enquanto explorava os contra-ataques, porém faltavam peças no ataque colorado para trabalhar as jogadas, uma vez que Edenílson jogava recuado e apenas Caio Vidal sobrava na ponta esquerda e Yuri Alberto pelo meio, mas sem efetividade.

O encolhimento do Inter trouxe riscos para sua área e o Vasco começou a ameaçar e exigiu que Lomba trabalhasse em vários momentos. Aos 31 minutos uma jogada trabalhada do ataque vascaíno deixou Cano cara a cara com o goleiro colorado, mas a marcação do zagueiro Cuesta desequilibrou o atacante que acabou chutando o chão e caindo. O árbitro viu pênalti no lance que foi revisado pelo VAR e confirmado, sob protestos dos colorados. O próprio Cano bateu e a chance do empate do time carioca foi desperdiçada pelo artilheiro do time que chutou pra fora.

Com o susto a equipe colorada adotou outra postura e passou a atacar. Abel Braga que já havia substituído Maurício e Praxedes por Lindoso e Nonato, fez mais duas alterações sacando de campo Yuri Alberto e Caio Vidal para colocar Peglow e Thiago Galhardo, artilheiro do time que estava há 35 dias afastado por lesão.

Com força nova no ataque o Inter avançou suas linhas e aos 51 minutos, numa arrancada de Edenílson pela esquerda a bola chegou aos pés de Peglow na área que ajeitou para Galhardo marcar seu 17° gol no campeonato e sacramentar a vitória colorada.

Flamengo bate o Corinthians

Quase ao mesmo tempo que o Inter Marcava em São Januário o Flamengo abria o placar no Maracanã contra ao Corinthians, numa cabeçada de Willian Arão.

A torcida colorada chegou a ficar ainda mais animada no final de semana quando Léo Natanael empatou para a equipe paulista depois de um passe na medida de Araos, aos 19 minutos. Porém o Flamengo esteve melhor e foi em busca da vitória até que aos nove minutos do segundo tempo o goleiro Cássio deu rebote no chute de Bruno Henrique e a bola sobrou para Everton que deu passe para Gabigol balançar as redes. O lance foi verificado pelo VAR depois de uma reclamação de impedimento no lance, porém o gol foi validado.

Confronto direto

Com os resultados do final de semana o Internacional segue líder com um ponto a frente do Flamengo. As duas equipes se enfrentam no próximo domingo (21), no Rio de Janeiro, quando uma vitória do time colorado pode garantir o título com uma rodada do final do campeonato.