Motorista de aplicativo está desaparecido em Guaíba

Carro do rapaz foi encontrado carbonizado no sábado (08) pela manhã

O desaparecimento de Rafael Silva, 31 anos, motorista de aplicativo, em Guaíba, está intrigando e causando angústia a familiares, amigos e colegas de profissão do rapaz.

De acordo com mensagem de Rafael deixada em um grupo de trabalho do WhatsApp, na noite de quinta-feira, 06 de fevereiro, ele estaria fazendo uma corrida a um cliente para a cidade de Canoas. A última localização do veículo, foi registrada próximo ao número 1226 da Av. Nestor de Moura Jardim, em Guaíba.

Já a família disse que a última mensagem deixada por Rafael no WhatsApp foi a palavra “off”, como costumeiramente fazia pra indicar que estava encerrando expediente pra ir pra casa descansar, isso já na madrugada de sexta-feira (07).

Aielo Quintana, irmão de Rafael, conta que ele é divorciado há creca de sete meses e morava com os pais no bairro Nova Guaíba, e que o desaparecimento só foi constatado por volta das 18 horas da sexta-feira (07) quando outro motorista de aplicativo esteve em sua casa perguntando pelo colega que não havia aparecido pra trabalhar. Na ocasião foi tentado contato com o desaparecido por telefone e mensagens, mas sem sucesso.

Voyage foi encontrado carbonizado

Já no sábado (08) o carro de Rafael, um Voyage, cor branca, ano 2015, foi encontrado carbonizado no local conhecido como Estrada dos Link, na localidade de Petim, município de Guaíba, porém não havia ninguém dentro e seguiu o mistério do desaparecimento.

Aielo disse que o caso está sendo investigado sob sigilo pela Polícia Civil, que disse à família que está próximo de um desfecho, mas não revelou mais detalhes.

Rafael também é conhecido na comunidade e entre os amigos como “Gordão da Geral”, por ser um torcedor gremista. Ele tem um filho de oito anos que mora com a mãe.

Os familiares dizem que tem muita esperança de encontrar o rapaz com vida, mas já não descartam a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte). Acrescentam ainda que Rafael não tinha inimizades e que era querido por todos com quem se relacionava.

Qualquer informações que possam contribuir com as investigações podem ser passadas pelo telefone do Disque-Denúncia 181, pelo 190 da Brigada Militar ou ainda pelo celular 51 99862.7420.

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: