Um incêndio que destruiu uma casa na Linha Tejada, em Cerro Grande do Sul acabou vitimando fatalmente a moradora Amélia Tejada Pacheco, de 71 anos.

O sinistro ocorreu na noite deste sábado, 19 de dezembro, por volta das 22 horas.

A vítima morava sozinha e os familiares acreditam que o fogo possa ter iniciado a partir de uma vela, já que a região toda estava sem energia elétrica no momento do ocorrido.

O genro que mora na casa ao lado conta que saiu à rua e percebeu o clarão do fogo quando chamou a esposa (filha da vítima) e ambos correram para tentar tirar a moradora de dentro da casa, mas não conseguiram abrir a porta, além de que as chamas se alastraram rapidamente provocando a trágica morte de Amélia.

O Corpo de Bombeiros de Camaquã atendeu a ocorrência. A Polícia Civil também foi acionada e o corpo da vítima foi removido pelo agente funerário e encaminhado ao Instituto Geral de Perícias de Porto Alegre.

Os atos fúnebres devem ocorrer na capela mortuária da IECLB, em Cerro Grande do Sul. Porém não há previsão da chegada do corpo na cidade, uma vez que os procedimentos legais nestes casos demandam tempo, por isso o sepultamento que estaria marcado para às 10 horas da manhã da segunda-feira (21), no cemitério dos Tejadas, fica suspenso até segunda ordem.

Matéria atualizada às 10h55min