A cidade de Barra do Ribeiro está em festa durante este sábado, 10 de julho, por conta de eventos importantes em termos de turismo e ação social que ocorrem na cidade e que movimentam seus moradores.

Um destes eventos é o 1° Velejaço Solidário organizado pelos velejadores de cruzeiro (Cruzeiristas RS) com apoio da prefeitura municipal e que reuniu cerca de 150 veleiros de diversas cidades da Costa Doce. Eles partiram às 9 horas da manhã, de Porto Alegre e ao meio dia aportaram na Praia da Picada, em Barra do Ribeiro.

A ação teve como objetivo a arrecadação de alimento não perecíveis, roupas e agasalhos para serem distribuídos entre as famílias carentes da região, estreitando os laços de amizade e companheirismo entre velejadores, pescadores e a população ribeirinha local.

A iniciativa surgiu de uma conversa entre velejadores e o prefeito Jair Machado, que decidiram dar visibilidade às atividades dos esportistas náuticos, após um episódio desagradável quando um velejador que estava ancorado em uma praia da cidade foi agredido, teve sua embarcação invadida e objetos roubados por criminosos.

“Atendemos um telefonema às duas horas da manhã e acionamos a Brigada Militar que foi rápida no atendimento. Inclusive já tem dois suspeitos presos. Então os velejadores tiveram a ideia fazer este evento para mostrar que eles estão todos unidos e que só querem fazer turismo e não vandalismo”, contou o prefeito.

Jair Machado agradeceu reiteradamente aos velejadores pela mobilização que resultou em mais de 3 toneladas de alimentos arrecadados, incluindo doações via PIX vindas de outros países como de Dubay, nos Emirados Árabes e de cidades de Portugal e da Alemanha.

Viagem experimental do Catamarã

A iniciativa do “velejaço” desencadeou outros eventos e para a surpresa dos organizadores, o empresário Hugo Fleck, diretor-presidente da CatSul que é a responsável pelo serviço de Catamarã entre Guaíba e Porto Alegre e que estuda a possibilidade de implantar uma linha turística entre a capital e Barra do Ribeiro, decidiu aproveitar a oportunidade para fazer uma viagem experimental com a embarcação acompanhando os veleiros.

Comodoro Eduardo Ribas, prefeito Jair Machabdo e Pe. Wilson Luiz Galizoni – Foto: Divulgação

A proposta de manter a linha turística permanente passa pela conclusão do projeto de revitalização do antigo atracadouro do Engenho Santo Antônio. A obra foi iniciada pela prefeitura municipal em 2018 e está em fase de conclusão.

O prefeito Jair Machado informou que além da hidrovia a área que conta com 10 mil metros quadrados deve abrigar um centro comercial com lojas, escritórios e restaurantes, além de servir como centro cultural e de eventos.

“Com essa viagem experimental de hoje pudemos identificar a intervenção que precisamos fazer no canal para que a embarcação possa atracar no trapiche. Agora é dar seguimento nas obras e agilizar esse processo”, explicou o prefeito.

Recursos para o investimento

Presente no evento o deputado federal Jerônimo Goergen (PP) aproveitou a oportunidade para indicar uma emenda parlamentar para o município na ordem de R$ 250 mil. A articulação política foi promovida pelos também Progressistas deputado estadual Marcus Vinicius Almeida e vereador Éverton Antunes. Ainda durante o dia, em novos contatos políticos, o grupo conseguiu a indicação de uma segunda emenda, na ordem de R$ 300 mil, pelo senador Luiz Carlos Heinze (PP).

O recurso será destinado para o desassoreamento do canal e conclusão da parte estrutural necessária para que o atracadouro consiga receber o Catamarã.

“Hoje é um dia histórico para a Barra do Ribeiro, pois estamos vendo parte de nossos sonhos se tornarem realidade. Projetos que quando iniciamos, por muitas vezes fomos chamados de loucos, mas que agora começam a se concretizar para a nossa felicidade e para o bem de nossa comunidade. Só tenho que agradecer a todos os envolvidos e a todas as iniciativas que nos trouxeram até aqui”, concluiu o prefeito.

Atualizada às 17h15min