“Estou com dois corações”

Esta foi a frase que resumiu o sentimento da enfermeira Adriane Duarte Ávila, de Chuvisca, se referindo ao fato de estar contente em estar entre as primeiras pessoas a receber a vacina contra a Covid-19 e ao mesmo tempo frustrada porque o município recebeu apenas cinco doses do imunizante.

“Queria poder vacinar todos os profissionais de saúde que atuam no município, tanto no setor público quanto no privado, pois todos nós ficamos muito sobrecarregados e exaustos nestes 10 meses”, destacou a enfermeira que é vacinadora e atua na linha de frente no combate ao coronavírus.

O momento de início da vacinação, tão esperado por tantos, teve ato solene na tarde desta quarta-feira, 20 de janeiro, em Chuvisca, na sala de vacina da UBS e contou com a presença de autoridades locais, incluindo o prefeito, Joel Subda, a secretária municipal de Saúde, Sheila da Silva e o presidente da câmara, Márcio Sidinei Konflans.

Os outros quatro que foram vacinados também são profissionais da saúde, sendo os três técnicos em Enfermagem, Renata Luciene Hofstatter, Daniel Vargas Avila e Priscila Moura Serrate, e a enfermeira Vanessa Andréia Wachholz.

Para o prefeito Joel o ato da vacinação simbolizou um momento de alegria e esperança.

“Esperamos que em breve toda a nossa população será imunizada contra este vírus e poderemos retomar as nossas vidas normalmente”, considerou.

O administrador aproveitou para agradecer aos profissionais da saúde municipal que se doaram com tanto desprendimento e a todas as secretarias municipais e setores da sociedade que têm lutado no combate ao coronavírus.

A secretária municipal de Saúde explicou que as pessoas escolhidas para tomar as primeiras vacinas foram elencadas seguindo os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde e que os demais grupos prioritários e população em geral deverão aguardar a chegada de novas doses conforme forem disponibilizados pelas autoridades competentes. Ela também fez um agradecimento especial a equipe de trabalho da saúde municipal.

“Agradeço a todos! Muitos do grupo de risco que se mantiveram trabalhando mesmo quando tudo parou, em meio ao medo e incertezas permaneceram firmes trabalhando com amor e dedicação em prol da saúde pública, garantindo um direito fundamental de todos”, destacou.