Jovens podem se inscrever em capacitação gratuita no RS

Vagas em cursos on-line estão abertas no Instituto Proa

Depois do êxito da primeira edição, com mais de mil jovens inscritos e aprovados, o Instituto Proa abre vagas para a segunda turma de capacitação on-line gratuita no Rio Grande do Sul, com inscrições abertas até 26 de julho. Voltada para jovens de 17 a 22 anos, que concluíram ou estão fazendo o 3º ano do ensino médio em escolas públicas, a capacitação prevê curso com duração de três meses, a partir de 1º de agosto.

A iniciativa tem o apoio da Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda (Ster), por meio da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS); da Secretaria Estadual da Educação (Seduc); do Instituto Cyrela e da Fundação Casas Bahia.

O secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Hamilton Sossmier, ressalta que a parceria com o instituto Proa tem sido um presente para o futuro de muitos jovens, gerando novas oportunidades de capacitação e abrindo novas portas de trabalho, conhecimento e renda, facilitando o acesso ao primeiro emprego.

O diretor-presidente da FGTAS, Rogério Grade, destaca que a as capacitações do Instituto Proa são fundamentais para jovens que buscam a qualificação necessária ao primeiro emprego e a sua inserção no mercado de trabalho.

Durante três meses, os aprovados passarão por uma formação básica gratuita, que inclui aulas de autoconhecimento, planejamento de carreira, projeto profissional, raciocínio lógico e comunicação. Depois, os estudantes podem optar por seis trilhas com capacitações mais específicas nas áreas de análise de dados, varejo, administração, logística, promoção de marcas e UX Design.

No Rio Grande do Sul, o Instituto Cyrela e a Fundação Casas Bahia viabilizam o projeto gratuitamente para os estudantes e também para as empresas aderentes, que oferecem vagas aos alunos formados pelo Proa.

Conforme o IBGE, 22,8% dos jovens com 18 a 24 anos estavam desempregados no final de 2021. Foi com a perspectiva de capacitar esses jovens e prepará-los para o mercado de trabalho que um grupo de empresários criou o Proa em 2007, em São Paulo.  Na capital paulista e no Rio de Janeiro, mais de 9,5 mil jovens participaram do programa, sendo que, nove em cada 10, conquistaram vagas de emprego após o curso, conforme o Proa.

Fonte: Ascom Gov. RS

POLÍCIA

Acidente com vítima fatal na ERS 350 em Chuvisca

Motociclista veio a óbito ainda no local No final da manhã desta quinta-feira (26), um acidente de trânsito grave envolvendo um automóvel Ford Ka Vermelho...

Policia Civil recupera, em Guaíba, carga roubada de Canoas

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), sob...

Operação policial desarticula quadrilha que atacou carro forte em Guaíba

Na manhã desta quarta-feira (25), a Polícia Civil, por intermédio da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos (1ª DR), do Departamento Estadual...